Busca rápidaX

MANCHETES

Feira de artesanato inicia programação de Páscoa neste final de semana

21 de março de 2018
A programação pascal de Ijuí se inicia neste final de semana com a realização da tradicional Feira de Artesanato na Praça da República. De sexta,23, a domingo,25 (o domingo será marcado por mais uma atração: caça ao ninho), o ijuiense e visitantes de toda a região poderão conferir a qualidade dos produtos oferecidos pelos artesãos de Ijuí. 

Organizada pela Associação dos Artesãos do Brique da Praça (Abrique) e pela Associação dos artesãos de Ijuí (Adai), a Feira de Artesanato da Praça é aberta à participação de todos os artesãos ijuienses interessados. “Quem estiver com a carteira em dia pode participar”, pontua a presidente da Adai, Elenir Maria Didoné.  

Já a presidente da Abrique lembra que a Feira se constitui numa excelente oportunidade para os artesãos divulgarem seu trabalho. “A feira tem o objetivo de incentivar a comercialização de artesanatos e produtos relativos a essa data cristã comemorada universalmente”, diz. 

Em que pese realização da feira no final de semana, as duas presidentes lembram que a exposição e a comercialização dos produtos poderão ser feitas até sábado, 31, respeitando a sexta-feira santa, 30.

Programação 
Além da Feira de Artesanato, a programação da semana inclui também o 2º Culto Ecumênico Pascal a ser realizado na segunda-feira,26, no Anfiteatro da Praça da República. Promovido pelo Poder Executivo, por meio do Gabinete da Primeira-Dama Jussara Heck e Secretaria Municipal de Educação, Comissão das Igrejas Cristas de Ijuí (Comic) e 36ª Coordenadoria Regional de Educação. 

Já no sábado, 31, Ijuí exibirá pela primeira vez o espetáculo Paixão de Cristo, a partir das 20h, na Praça da República, em frente à prefeitura. Promoção conjunta do Poder Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, União das Etnias e Associação Comercial e Industrial, com acesso gratuito a toda a comunidade.

A direção do espetáculo é assinada pelo experiente diretor Ruben de Oliveira que há 40 anos leva à peça aos mais diversos municípios gaúchos e também fora do Rio Grande do Sul. Os figurinos e textos (versos alexandrinos) são de Eduardo Garrido. A peça é composta por 22 cenas interpretadas por 40 atores, além de 200 figurantes.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!