Busca rápidaX

MANCHETES

Fetag quer garantia de que não haverá alteração para aposentadoria rural

24 de novembro de 2017

Mesmo com o anúncio do relator da reforma da Previdência Social, deputado federal, Arthur Maia, de que não haverá alteração nas regras de aposentadorias para produtores rurais, a Fetag que garantia dessa promessa. A integrante da direção da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul, Elisete Hintz, que pertence ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí, disse que haverá envio de documento para a relatoria da reforma e parlamentares gaúchos no Congresso Nacional.

Segundo ela, o objetivo é deixar bem claro que a aposentadoria das agricultoras vai seguir aos 55 anos e homens aos 60 anos. Além disso, é fundamental garantir a manutenção de 15 anos de contribuição para se aposentar no meio rural, com o desconto de acordo com a comercialização da produção e não risco de ser mensal.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!