Busca rápidaX

Fetag-RS sedia audiência pública para tratar sobre custos de produção

23 de novembro de 2021

A Fetag-RS segue em busca de soluções para a forte alta dos custos de produção do setor produtivo. Nesta segunda-feira (22), o auditório da Fetag-RS recebeu uma Audiência Pública em conjunto da Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara dos Deputados e da Frente Parlamentar da Agropecuária da Assembleia Legislativa. A audiência foi um pedido da Federação.

O tema traz tamanha apreensão para a Fetag-RS, para os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e para os(as) agricultores(as) e pecuaristas familiares que o auditório da Federação recebeu grande público de lideranças sindicais, prefeitos, vereadores, secretários e produtores(as) rurais, todos extremamente preocupados com a abusiva alta dos insumos, dos implementos e das máquinas agrícolas, fatores que estão tirando a lucratividade de quem produz alimentos.

Para o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, “caso a situação não seja resolvida urgentemente, a cadeia produtiva será inviabilizada, a exemplo do leite e das aves, que várias famílias já deixaram a atividade. Por isso, a Fetag-RS e a representação dos produtores presentes cobraram fortemente sobre as políticas governamentais, as importações e pela falta de políticas públicas que controlem os custos de produção”.

Os problemas causados pelos custos de produção elevados são sentidos de forma maior pela agricultura e pecuária familiar, que comercializam a produção no mercado interno nacional, recebendo em reais, mas pagando os insumos em dólar.

A Fetag-RS cobrou também a presença dos deputados estaduais e federais e dos governos do Estado e da União, que precisam estar alinhados com os agricultores e pecuaristas familiares para buscar soluções.

Como encaminhamento, Joel solicitou que seja elaborado um relatório da reunião refletindo tudo o que foi trazido pelos participantes e que a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados marque outra reunião para tratar sobre o assunto, dessa vez com a presença dos Ministérios da Agricultura, da Economia e das Relações Exteriores, Petrobras, Conab e representantes do setor de insumos e de máquinas agrícolas, para que assim se encontre o que está causando essa alta tão forte no custo de produção e busquem soluções em conjunto.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso e Fetag
error: Conteúdo protegido!