Busca rápidaX

MANCHETES

Fortaleza dos Valos e Campos Borges decretam emergência devido a perdas pela estiagem

22 de janeiro de 2020

Os municípios de Fortaleza dos Valos e Campos Borges decretaram emergência em razão das perdas na agricultura causadas pela estiagem. Com isso, o mais recente boletim da Defesa Civil do Rio Grande do Sul informa que 76 municípios já decretaram situação de emergência.  

Outros 13 municípios deram entrada no sistema integrado de informações sobre desastres, com possibilidade de assinar os decretos nos próximos dias. Mesmo com a volta da chuva em grande parte do território gaúcho, existem perdas nas lavouras de verão que são irreversíveis.

Um dos maiores prejuízos está no milho, severamente afetado pela falta de umidade durante a formação dos grãos, o que reduziu drasticamente o rendimento. Dentre os 44 municípios do escritório regional da Emater, com sede em Ijuí, a quebra geral no milho para grãos está em 30%.

Porém, o dado inclui o cereal sequeiro e irrigado. As maiores perdas estão em lavouras da região que abrange Ijuí, Cruz Alta, Ibirubá, Salto do Jacuí, Jóia e Panambi, onde a redução de produtividade pode chegar a até 70%.

Sobre a soja, o mais novo levantamento da Emater regional de Ijuí indica perda média de 15% na oleaginosa, também por causa da estiagem. A falta de chuva também impacta a produção de leite. Levantamento feito pelo Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado, o Sindilat, mostra que, nos primeiros dias de janeiro, houve recuo de cerca de 8% na média do volume captado nas propriedades rurais gaúchas. Isso significa 1 milhão de litros de leite a menos.

Dos 11 municípios da Associação dos Municípios do Planalto Médio, a Amuplam, com sede em Ijuí, Jóia é o único que decretou situação de emergência, até o momento, visto a estiagem. Somente nas culturas de soja, milho e leite o prejuízo estimado no município de Jóia é de 87 milhões de reais.

Em Augusto Pestana ocorre reunião, nesta semana, entre prefeitura, Emater, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, dentre outros, para debater as perdas em razão da falta de chuva. O município é um dos maiores produtores de leite do Rio Grande do Sul e também constata muitas perdas nesta área.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!