Busca rápidaX

Funcionalismo ajuricabense acumulou mais de mil horas a compensar

26 de janeiro de 2017

 
O prefeito de Ajuricaba Ivan Chagas demonstrou muita preocupação em relação ao grande volume de horas para compensar dos diversos setores da administração municipal.
 
Conforme relatório, ao todo são 1.138 horas acumuladas que os funcionários poderão compensar. Em um caso específico, um servidor tem direito a 230 horas, o que representa mais de um mês de férias, somente em horas à compensar.
 
O total de horas representam 160 dias. Se todos os servidores fossem de um mesmo setor, o local poderia nem mesmo funcionar, se todos exigissem a compensação ao mesmo tempo.
 
Segundo a prefeitura, as horas em atraso foram computadas desde 2014 e representam um problema para a administração: “Praticamente todos os funcionários estão tirando férias em janeiro e fevereiro, deixando muitos setores com poucos funcionários, até comprometendo o andamento. Agora vimos que tem todas estas horas por compensar”, lamentou o chefe do Executivo, dizendo que a legislação sinaliza para que sejam feitas horas mediante convocação e sejam compensadas na semana em que foram feitas além do horário.
 
O prefeito Ivan destaca também o grande volume de sindicâncias em atraso. São mais de 60 casos, que demandarão muito tempo do funcionalismo para dar andamento e encaminhando. “É mais um motivo para atrasar as atividades administrativas, pois são os funcionários da Prefeitura que dão os encaminhamentos na comissão”, alega.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Peugeot Champs Elysées

Os comentários estão desativados.

Peugeot Champs Elysées

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!