Busca rápidaX

MANCHETES

Funcionários estaduais da Saúde e Agricultura decidem suspender greve

20 de dezembro de 2019

Os funcionários da secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul vão retomar o trabalho segunda-feira, 23. Hoje a categoria decidiu encerrar a greve, iniciada dia 26 do mês passado. A categoria também protesta contra matérias do Executivo gaúcho.

Porém, os servidores da Saúde vão seguir mobilizados, pois no mês que vem os projetos poderão ser votados na Assembleia Legislativa. Na 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, cerca de 60% dos funcionários participaram da greve.

A partir de segunda-feira os servidores da Coordenadoria de Saúde de Ijuí vão avaliar as demandas que ficaram atrasadas. O serviço de vacinação seguiu normal, pois é um trabalho essencial.

Funcionários agricultura

Os fiscais e técnicos agropecuários da secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, assim como os servidores da Saúde do Estado, vão retomar o trabalho, segunda-feira. A decisão foi tomada também hoje, durante assembleia. Os funcionários da agricultura haviam começado greve no final do mês passado, contra projetos do governo gaúcho.

Com isso, grande parte das Inspetorias Veterinárias, inclusive da região de Ijuí, não funcionou. O representante da categoria, Antônio Augusto Medeiros, disse para a RPI que mesmo com a suspensão da greve, os servidores da Agricultura mantém estado de mobilização.

Isso porque, não foi possível criar um canal de negociação com o Estado, além disso, o pacote de matérias do governo Eduardo Leite deverá ser votado pela Assembleia Legislativa e a categoria quer recuperar as perdas inflacionárias dos últimos cinco anos.

Cpers

O Cpers/Sindicato decidiu manter a greve que já dura mais de um mês. A decisão foi tomada em assembleia da entidade que representa professores e funcionários de escolas estaduais, hoje à tarde, em São Leopoldo.

A diretora do 31º núcleo regional do Cpers, com sede em Ijuí, Teresinha Melo, participou do encontro e disse que o sindicato segue com a paralisação para negociar o pagamento dos salários em atraso. A suspensão da greve também vai ocorrer somente após acordo que condicione a recuperação das aulas ao pagamento dos dias parados.

Além disso, o Cpers quer respeito e autonomia das escolas para o calendário de recuperação das aulas. O sindicato dos professores e funcionários de escolas estaduais está em greve contra projetos do Executivo gaúcho que altera o plano de carreira dos servidores.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!