Busca rápidaX

Golpe da pirâmide financeira: vítimas do RS serão ouvidas neste terça-feira

15 de agosto de 2017
A Promotoria de Justiça de Sapiranga e a Polícia Civil investigam um golpe, através de pirâmide financeira, que vem sendo aplicado no Rio Grande do Sul. Com a promessa de ganhos fáceis, a empresa D9, que tem sede em Itabuna, no sul da Bahia, tem deixado vítimas também em solo gaúcho. 

O esquema funciona da seguinte forma: as vítimas depositam um valor para a empresa, por meio de seu site, com a promessa de ganhar imediatamente entre 30% e 150% do valor aplicado em apostas de eventos esportivos, como jogos de futebol. Mas, de acordo com o promotor Sérgio Cunha de Aguiar Filho, essas apostas são apenas chamarizes para a pirâmide financeira. Ou seja, quanto mais gente se coloca no "negócio", mais benefícios e dinheiro pode receber. 

O Ministério Público pede que as vítimas entrem em contato com a Promotoria de Sapiranga, através do e-mail mpsapiranga@mprs.mp.br , ou na delegacia da cidade. "Uma vítima que nos procurou disse que entregou um veículo (Hyundai) I30 para trocar por cotas. Outro entregou uma motocicleta", diz o promotor. 

Sérgio Filho começou a investigar o esquema após ser procurado por um advogado da região, que disse que estava movendo ações cíveis contra a D9, porque seus clientes não conseguiam resgatar o dinheiro investido. " Eu comecei a fazer uma pesquisa na internet e percebi que a dimensão do problema era muito grande", destaca. 

Ainda conforme o promotor, a D9 está registrada como uma empresa de comércio varejista especializado em peças e assessórios de aparelhos domésticos, nada relacionado com o que oferece no site. Sérgio Filho relata que encontrou vítimas da empresa em outros estados e até fora do país, como no Paraguai, em Ruanda e em Portugal. Em seu site, a empresa tem o lema "ganhe dinheiro assistindo futebol". 

Em razão de uma operação realizada pela Polícia Civil da Bahia em 3 de agosto, com cumprimento de nove mandados de busca e apreensão, o Ministério Público antecipou o cumprimento de um mandado de busca em Sapiranga. Na sexta-feira (11), foram apreendidos dois automóveis de luxo (Chevrolet Camaro), R$ 14 mil em dinheiro, computadores, tablets e celulares na residência de um suspeito de liderar o esquema no Vale do Sinos. 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!