Busca rápidaX

MANCHETES

Governo anuncia a construção de três novos presídios com 924 vagas

13 de junho de 2017
O governador José Ivo Sartori confirmou, na manhã desta segunda-feira (12), a construção de três novos presídios com capacidade de 924 vagas. O anúncio das medidas para o sistema penitenciário gaúcho ocorreu após reunião com o secretário da Segurança Pública, Cezar Schimer, e prefeitos, em seu gabinete no Palácio Piratini. “Não podemos descansar e nem recuar. O enfrentamento da criminalidade precisa desse esforço diário, constante e concreto. Sempre disse que quando houvesse possibilidade financeira investiria imediatamente em segurança”, frisou o governador. 

Novos presídios

Sartori confirmou que o Presídio Federal de Segurança Máxima será construído em Charqueadas, pela União. O investimento é de R$ 40 milhões. A unidade terá capacidade para 208 apenados, de alta periculosidade e será instalado a cerca de 100 metros da Penitenciária Modulada Estadual de Charqueadas, em área do município de 25 hectares, próximo a RS-401.  

O governador anunciou também a construção do Presídio Estadual de Viamão, que será construído em uma área de 10 hectares da Fepagro. Terá capacidade para 430 lugares e custará R$ 24 milhões. Os recursos são federais e já estão depositados nos cofres do Estado. 

O terceiro será o Presídio Estadual de Alegrete, que está em processo de licitação. O investimento é de R$ 16,5 milhões, R$ 3,3 milhões do Estado e R$ 12,9 milhões da União. Com capacidade para 286 apenados, a unidade será instalada em uma área de 10 hectares, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal.

Centro de Triagem

Sartori afirmou que entre 45 e 60 dias será aberto o segundo Centro de Triagem, com capacidade para 96 detidos, ao custo de R$ 2,9 milhões, com recursos do Estado. O centro será construído em uma área anexa à Cadeia Pública de Porto Alegre, a partir do método construtivo 'monobloco', mesma técnica aplicada no Presídio de Canoas. 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!