Busca rápidaX

Governo divulga dados sobre fatores que impactam saúde da mulher

7 de março de 2020

A maioria da população do Rio Grande do Sul é formada por mulheres, que chegam a 51,3% do total de habitantes do Estado. São mais de 5,8 milhões, em um cenário que apresenta fatores que impactam na saúde pública, como violência sexual, saúde mental e gravidez na adolescência.

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, esses e outros dados foram sistematizados para subsidiar gestores de saúde pública e áreas técnicas e acadêmicas da sociedade civil. Estes indicadores foram publicados em um infográfico, elaborado pela equipe do Departamento de Ações em Saúde da Secretaria da Saúde (SES).

Conforme os dados, em 2019, o Sistema Único de Saúde (SUS) do Estado recebeu mais de 3 mil notificações de violência sexual contra mulheres. O sistema prisional tem 2 mil reclusas, e cerca de 80% delas têm filhos. Entre as cerca de 147 mil gestantes, 14,8 mil eram adolescentes.

Na Atenção Básica, foram realizados 558,9 mil atendimentos de saúde mental, 304,4 mil coletas para exames citopatológicos e 318 mil atendimentos na área sexual e reprodutiva. A área de Saúde da Mulher da SES-RS atua em consonância com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, que compreende a questão de gênero como condicionante e determinante social de adoecimento e morte das mulheres.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: rs.gov.br
error: Conteúdo protegido!