Busca rápidaX

Governo gaúcho confirma vacinação de reforço contra a febre aftosa no próximo mês

14 de outubro de 2019

Mesmo com o projeto em andamento que busca tornar o Rio Grande do Sul livre de febre aftosa, sem vacinação, a campanha de imunização de bovinos e bubalinos, com até dois anos, contra a doença, está confirmada para o próximo mês.

Durante entrevista na RPI, a coordenadora interina do programa de erradicação da febre aftosa, da secretaria estadual da Agricultura, Lucila Carbonera dos Santos, disse que o Estado trabalha há vários anos para retirar a vacina anti-aftosa. Frisou que foram implantadas medidas para reforçar a fiscalização de animais, a fim de garantir a sanidade de bovinos e bubalinos.

Recentemente o Ministério da Agricultura fez auditoria no Rio Grande do Sul. Agora, a secretaria estadual da Agricultura aguarda resposta da vistoria, justamente como parte do pedido do fim da vacina contra a febre aftosa.

Lucila Carbonera dos Santos, na mesma entrevista na Progresso, ressaltou que a perspectiva inicial é de que a obrigatoriedade da imunização possa ser suspensa em 2021, mas o Estado atua para que isso acontece já no próximo ano.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!