Busca rápidaX

MANCHETES

“Grande parte das procuras são casos de agendamento nas UBS”, explica o coordenador da UPA de Ijuí

13 de maio de 2022

Após reclamações da comunidade a cerca do atendimento na UPA, em Ijuí, na noite desta sexta-feira, 13, o enfermeiro coordenador, Tiago Rakoski Zientarski, comentou a respeito da prestação de serviços e demanda nos últimos dias. 

“A procura pelos serviços aumentou nas últimas semanas e mais médicos foram colocados à disposição”, explicou. “A grande maioria são casos que poderiam ser atendidos por agendamento nas estratégias de saúde da família”. Casos de urgência e emergência tem tempo de atendimento breve, e a grande procura para casos que não são específicos destes, provoca um aumento no número de espera e o tempo da mesma. 

Tiago salientou ainda estarem com mais pacientes aguardando leito na UPA em observação até hospital ceder vaga, uma vez que hospital está com lotação máxima na emergência também. “Somos porta aberta, com a facilidade de acesso se cria também uma grande demanda de atendimentos que deveriam ser agendados, como pessoas que tem queixas há semanas e até meses e procuram o pronto atendimento”.

Questionado sobre o grande número de pessoas aguardando atendimento, causando lotação, destacou ainda a importância de seguir-se os protocolos sanitários. “Na UPA todos devem usar máscaras, diferente de outros lugares onde não há mais o uso da proteção. Outro fator se deve ao alto índice vacinal no município, como grande parte dos atendimentos são por sintomas gripais ou respiratórios não ligados à Covid. Tal medida oferece mais conforto para quem acessa o serviço”, finalizou o coordenador. 

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!