Busca rápidaX

Greve fecha mais de 90% das Inspetorias Veterinárias do RS, segundo entidade

29 de novembro de 2019

A greve dos fiscais e técnicos agropecuários da secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, que iniciou terça-feira, é uma das maiores da história da categoria, segundo o presidente da Afagro – Associação dos Fiscais Agropecuários – Antônio Augusto Medeiros (foto).

Durante entrevista na RPI, ele disse que cerca de 90% das Inspetorias Veterinárias do Estado estão paradas. A categoria atende apenas medidas judiciais para fiscalizar frigoríficos ou matadouros, quando houver essa determinação. Os demais serviços, inclusive administrativos, não são realizados.

Com a greve também não há contabilização dos números da vacinação de bovinos e bubalinos de até dois anos contra a febre aftosa. Também não ocorre realização de agulha oficial, ou seja, medida em que os funcionários da secretaria estadual da Agricultura efetuam a imunização dos animais, em áreas de risco.

Mesmo assim, a campanha de reforço contra a aftosa segue e vai terminar sábado no Rio Grande do Sul. Todos os proprietários de animais precisam comprar as vacinas. Antônio Augusto Medeiros ressaltou que a categoria não vai recuar na greve e a paralisação só poderá terminar quando o governo gaúcho desistir da tramitação do pacote de projetos que tramita na Assembleia Legislativa.

A greve dos fiscais e técnicos agropecuários do Rio Grande do Sul acontece em razão dos mesmos motivos que levaram outras categorias a paralisar, por exemplo, o magistério estadual e servidores da saúde, ou seja, visto projetos do governo Eduardo Leite que muda o plano de carreira do funcionalismo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!