Busca rápidaX

MANCHETES

Grupo independente quer participação dos associados na nova gestão da Cotrijuí

5 de fevereiro de 2018

Além da intervenção da Justiça na Cotrijuí, desde a semana passada, que afastou a direção liquidante e nomeou um administrador judicial, outros desdobramentos são discutidos. Hoje houve reunião em Porto Alegre com representantes do grupo independente de associados, credores da cooperativa, deputados, Fetag, além dos prefeitos de Santo Augusto, Dom Pedrito, São Valério do Sul e Chiapetta.

O interventor, nomeado pela Justiça também esteve presente. A advogada ijuiense, Tânia Arbo, representante do grupo independente de associados, integrou das discussões e disse que o cenário é bastante desanimador e, se nada for feito, possivelmente vai ocorrer a liquidação, com venda das estruturas da Cotrijuí.

Ela ressalta que para ter a continuidade dos negócios, como quer a Justiça, a Cotrijuí precisa contar, na administração, com representantes dos associados. Por isso, o Conselho Fiscal da cooperativa, que ainda existe, deve chamar uma assembleia para legitimar essa representação e, após, apresentar ao Poder Judiciário de Ijuí.

No final da tarde de hoje também aconteceu encontro no Ministério Público, em Porto Alegre. Amanhã, às 14 horas, o grupo independente de associados vai se reunir na Casa do Produtor, do parque Wanderley Burmann. Quarta-feira a ideia é manter encontro com o Juiz Guilherme Eugênio Mafassioli Correa, do Judiciário ijuiense, responsável pela intervenção na Cotrijuí, e com o administrador judicial.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!