Busca rápidaX

MANCHETES

Com dívida de R$ 150 milhões, HCI busca reorganização financeira

20 de janeiro de 2021

O Hospital de Caridade de Ijuí vai implementar um plano para ser auto sustentável financeiramente. É o que afirma o novo diretor-geral do Hospital, Jeferson Machado Pereira, que concedeu entrevista à RPI nesta manhã. Formado em Administração, o novo diretor tem longa experiência na função, e já trabalhou em grandes hospitais como o Sírio Libanês, em São Paulo, e outras instituições no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Inclusive, Jeferson Pereira liderou uma auditoria solicitada pelo HCI ao Sírio Libanês há cerca de dois anos, o que fez o novo diretor já conhecer previamente a situação do Caridade. Segundo ele, o problema econômico-financeiro do HCI é bastante grande, e a dívida atual do hospital gira em torno dos R$ 150 milhões. O passivo é com bancos, fornecedores e empresas terceirizadas, e supera em muito o valor do patrimônio da instituição. Mesmo assim, Jeferson Pereira afirma que a recuperação é possível, e que o HCI pode se tornar sustentável financeiramente em um período entre dois a três anos. Essa recuperação, porém, depende de ações de gestão que já começaram a ser adotadas. Um plano de reestruturação já foi apresentado à diretoria do hospital, e conforme o diretor Jeferson Pereira inclui medidas amargas, que não foram especificadas. No entanto, ele adiantou que haverá ações no sentido de organização interna e aumento de receitas com serviços privados, além da busca de novas parcerias com os poderes públicos. Neste horizonte de reorganização não estão previstas demissões. Ao contrário, o HCI tem um contingente de 1.280 empregados diretos, além de 300 médicos que prestam serviços à instituição.

===Além disso, os serviços prestados pelo hospital não serão afetados pelo rearranjo interno, garantiu o novo diretor-geral do HCI.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.
error: Conteúdo protegido!