Busca rápidaX

Ijuí antecipa meta do Ideb anos iniciais em quatro anos

3 de setembro de 2018

Ijuí obteve um crescimento significativo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) – Anos Iniciais e está em 19º no ranking no Rio Grande do Sul em qualidade do ensino. De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Educação, nove escolas públicas municipais anteciparam a meta em quatro anos (de 2021 para 2017). Com isso, a projeção para o ano passado que era de 5.6 para o ano, ficou em 7,1.

A Escola Soares de Barros obteve a melhor nota do município 8,1, contra uma meta projeta de 6.4. Também ficaram acima da meta projetada as escolas: Eugênio Storch, com 7.3;
Anita Garibaldi, 6.9; Deolinda Barufaldi, 6.2; Ruy Ramos, 7.1; Estado do Amazonas, 7.1; Joaquim Porto Villanova, 7.7; Tomé de Souza, 6.3; e Instituto Municipal Assis Brasil, com 7.7. Já entre as dez escolas com avaliação nos anos finais, oito superaram a meta.

O Ideb é aferido de dois em dois anos, tendo como base prova aplicada aos estudantes da 4ª série ou 5º ano e 8ª série ou 9º ano, índice de evasão escolar (desistências) e investimentos realizados nas escolas para o desenvolvimento dos trabalhos, tanto no que diz respeito ao conhecimento quanto em materiais para o desenvolvimento das atividades. “São investimentos em recursos didático-pedagógicos, implantação e manutenção de programas de incentivo à leitura e de complementação curricular com iniciativas como Saber Mais, Cria-Ação, Colmeia, acompanhamento dado pela família, o comprometimento dos professores e das equipes de gestão das escolas são fatores que vão reforçando todo o processo de qualificação do ensino”, avalia o secretário de Educação, Eleandro Lizot.

Para além disso, segundo o secretário o trabalho de formação continuada que é coordenado pela Secretaria Municipal de Educação que sempre intensifica com os professores a necessidade de avançarmos nos recursos didáticos que facilitam a aprendizagem. “Aliam-se, ainda, a esses fatores, toda uma política de valorização dos profissionais, executada pelo Município, por meio da Secretaria de Educação”, acrescenta Eleandro.

Neste ano a avaliação ainda foi feita com base em conhecimentos da Língua Portuguesa e Matemática. Mas a partir de 2018, deverão ser integradas outras áreas do conhecimento como Ciências Naturais, Geografia e História.

Compartilhar
  • 71
  •  
  •  
  •  
  •  
    71
    Shares
Fonte: Prefeitura

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!