Busca rápidaX

MANCHETES

Ijuí avalia número de pessoas a serem vacinadas inicialmente contra a Covid

15 de janeiro de 2021
Sede da Secretaria Municipal de Saúde de Ijuí

A secretaria de Saúde de Ijuí realiza levantamento para saber quantas pessoas deverão ser vacinadas contra a Covid-19 na primeira etapa da campanha, que deve iniciar em todo o Brasil nos próximos dias. Hoje pela manhã, o secretário municipal de Saúde, Márcio Strassburger, disse que o plano nacional de imunização estabelece, inicialmente, vacinação de profissionais que atuam na área de saúde e pessoas com idade mais avançada. Porém, é preciso saber quantas doses do medicamento vão ser destinadas para Ijuí na primeira fase da campanha, a fim de identificar, por exemplo, se haverá aplicação do imunizante apenas para trabalhadores de saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavírus ou para todos os profissionais.

Márcio Strassburger ainda destacou que acontece análise de quais ambulatórios ijuienses vão disponibilizar a vacina anti-Covid. A ideia é centralizar a imunização em apenas algumas unidades de saúde, até porque num primeiro momento o quantitativo vai ser de poucas doses. Por outro lado, a secretaria de Saúde de Ijuí efetua diagnóstico da chamada “rede de frio” da pasta, ou seja, refrigeradores e demais equipamentos para receber as vacinas contra a Covid, quando houver distribuição pelo Estado. Segundo o secretário municipal de Saúde, os ambulatórios têm refrigeradores para os imunizantes de rotina, por exemplo, contra a gripe e outros. Porém, é preciso saber quais tipos de vacinas vão ser recebidas, pois alguns medicamentos necessitam ser armazenados com temperatura mínima bem maior que outros.

Já a coordenadora da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, Janaína Silva, informou que recentemente o órgão recebeu duas câmaras frias, cuja chegada já estava prevista na melhoria de rotina da Coordenadoria. Destacou que a preocupação, no momento, é com o gerador de energia da Coordenadoria de Saúde que não funciona. Por isso, é preciso reforma imediata para garantir o fornecimento de luz, caso haja queda de energia e não atrapalhar a refrigeração das vacinas Covid. O município de Santo Ângelo, por sua vez, projeta receber cerca de 4 mil e 500 doses do imunizante contra o coronavírus na primeira etapa.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!