Busca rápidaX

MANCHETES

Ijuí terá representação no concurso de prendas do Rio Grande do Sul

22 de maio de 2017
O município de Ijuí será representado, neste final de semana, na fase estadual da 47ª Ciranda Cultural de Prendas do Rio Grande do Sul, a realizar-se na Rainha da Fronteira, Bagé. O concurso, que transcorre dos dias 25 a 27 de maio, escolhe anualmente as representantes máximas das virtudes, da dignidade, da graça, da cultura, dos dotes artísticos, da beleza, da desenvoltura e da expressão da mulher gaúcha. 

Estefania da Silva Castanhede, 11 anos, e Victória Luisa da Rosa Ribeiro, 15, integrantes do GF Chaleira Preta, são as representantes da 9ª Região Tradicionalista nas categorias Mirim e Juvenil, respectivamente. O trio se completa com a prenda Adulta Camila Briato da Silva, do CTG Tropeiro Velho, de Panambi. Recentemente, a mesma entidade ijuiense levou ao 28º Entrevero Cultural de Peões o 1º Peão da 9ª RT, Eloir Wichinheski Junior. 

Na tarde desta segunda-feira, 22, a 1ª Prenda Juvenil da 9ª RT, Victória, esteve nas dependências da Rádio Progresso para falar sobre as expectativas para a sua segunda participação em uma Ciranda Estadual, acompanhada por seu pai, o tradicionalista Noel Ribeiro. A prenda trabalha em favor da causa desde a infância, tendo sido também a 1ª Prenda Mirim da região, na gestão 2013/2014.

Em entrevista no Expresso RPI, Victória relatou que os estudos para a participação nas três fases do concurso (interna, regional e estadual) são intensos e requerem muita dedicação e abdicação. Segundo a prenda, porém, é recompensador o fato de adquirir conhecimento e ainda grandes amizades formadas no meio. "Nossa diversão é diferente", destaca.

De acordo com Victória, a preparação, que envolve a Participação e a Promoção de Eventos e as provas Escrita, de Redação, Mostra Folclórica, Oral e Artística, é baseada em saberes tradicionais, mas disponibilizados pelo MTG em linguagem clara e atualizada, tendo como objetivo a boa compreensão por parte das crianças e jovens envolvidas na causa.

Em questionamentos acerca dos rumos do tradicionalismo, foi discutida a importância da Ciranda Cultural de Prendas para a valorização da presença da mulher neste meio. Victória afirmou que, em pesquisa realizada pelo MTG neste ano de 2017, cerca de um terço das entidades tradicionalistas no Rio Grande do Sul é dirigido por mulheres, havendo, inclusive, um CTG que conta apenas com a presença feminina em sua patronagem, em Ibirubá. 

Em relação ao município de Ijuí, Victória comentou que ela e Estefania levam à Bagé, por meio da suas Mostras Folclóricas, a legítima representação da Terra das Culturas Diversificadas, evidenciando características das diferentes contribuições étnicas que fizeram a história da cidade e do tipo humano gaúcho como um todo. 

A prenda reforçou seu compromisso para com Ijuí e a 9ª Região Tradicionalista. Seu pai, no entanto, comentou que a maior recompensa é o enriquecimento da bagagem cultural. "A gente fica naquela expectativa de que tem que vir uma faixa. A faixa seria um troféu, mas o importante é esta jornada que eles fizeram, esta preparação que foi muito boa", destacou. Victória completou com a afirmação de que "só por estar lá, entre as 30 melhores meninas do Estado, já é uma honra."

A 47ª Ciranda Cultural de Prendas conta com 71 participantes dos quatro cantos do Estado, sendo 22 mirins, 26 juvenis e 23 adultas. Os tradicionalistas ijuienses convidam a comunidade a acompanhar o curso do evento, que será transmitido gratuitamente pela internet, através da TV Tradição. 
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!