Busca rápidaX

MANCHETES

Ijuí utilizará cogestão mas terá restrições após indicação de bandeira vermelha da Covid-19

23 de outubro de 2020

As regiões de Ijuí, Santo Ângelo e Cruz Alta foram pré-classificadas na bandeira vermelha, risco alto, para a próxima semana, no sistema de distanciamento controlado do governo estadual sobre a Covid-19. Com isso, houve piora na situação das três regiões, que nesta semana estão com bandeira laranja, de risco médio para a doença.

A divulgação prévia da nova rodada de bandeiras ocorreu no final da tarde de hoje. Os municípios e regiões têm até as 6 horas de domingo para apresentar recurso a fim de tentar modificar a classificação. Segunda-feira à tarde o Estado vai divulgar as bandeiras definitivas, que irão vigorar da próxima terça-feira até 2 de novembro.

Na região de Ijuí, o número de internados por Covid-19 em leitos clínicos aumentou 70% nos últimos dias. Além disso, houve dois óbitos nos últimos sete dias. A região de Santo Ângelo também teve elevação nas hospitalizações por Covid e redução na disponibilidade de leitos destinados ao tratamento intensivo.

Já a região de Cruz Alta registrou aumento de 44% nas hospitalizações pela mesma doença, ainda acréscimo de 7 para 10 pacientes em UTI, além de três óbitos por Covid-19 nos últimos dias.

Ijuí

O município de Ijuí não vai apresentar recurso para tentar reverter a indicação de bandeira vermelha para o novo coronavírus. Isso porque, segundo o secretário municipal de Governo, Telmo Alves, a região 13 no distanciamento controlado, que abrange a Colmeia do Trabalho, possui o sistema de cogestão, que propicia decretos locais com regras mais brandas.

E é isso que deverá ocorrer na terça-feira que vem, quando a prefeitura de Ijuí vai publicar novo decreto com normas diferenciadas. O comércio ijuiense e serviços essenciais, a princípio, seguirão com a mesma forma de atuação que está em vigência.

No entanto, quadras de futebol irão fechar, ainda serão proibidos eventos como aniversários, igrejas só poderão fazer celebrações via transmissão online e as escolas infantis terão que suspender atendimentos presenciais. Ainda, por exemplo, os restaurantes terão que reduzir a presença de clientes, além de que lancherias e afins precisarão atuar mais através de tele entrega.

Números

A 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, acumula 2.920 casos da Covid-19, acréscimo de 72 casos de ontem até o momento. Somente em Ijuí são 1.644 casos da doença, aumento de 48 casos nas últimas horas. Porém, 1.262 pacientes estão recuperados na Colmeia do Trabalho. Além disso, há 176 casos suspeitos.

Também houve acréscimo de casos da Covid em Ajuricaba, Augusto Pestana, Catuípe, Condor, Jóia, Nova Ramada, Panambi e Santo Augusto. E o município de Garruchos, nas Missões, registrou os primeiros casos da Covid-19, cerca de sete meses depois do começo da pandemia.

Houve diagnóstico de quatro casos. A doença chegou a Garruchos através de um produtor rural que circulou por São Borja e São Luiz Gonzaga. Após, três pessoas ligadas ao agricultor se infectaram.

Já o município de Cruz Alta registrou, hoje, mais um óbito por Covid-19. Trata-se de um homem, de 61 anos, com doenças crônicas. Ele estava internado no hospital São Vicente de Paulo desde o dia 4 deste mês. Agora, Cruz Alta acumula 29 mortes por Covid.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!