Busca rápidaX

MANCHETES

Indígenas são encontrados trabalhando em situação semelhante à escravidão, em Caxias do Sul

12 de maio de 2017

Quatro indígenas eram mantidos em situação análoga à escravidão por conta da situação degradante de trabalho em uma propriedade rural de Caxias do Sul, na Serra. A fiscalização, foi realizada por auditores do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) nesta quinta-feira, 11.

 A propriedade onde foram encontrados os trabalhadores fica em São Valentim, no interior de Caxias do Sul, onde é realizada a colheita de de maçãs, caquis e peras.

Os trabalhadores disseram pertencer a uma aldeia localizada no município de Cacique Doble, no Nordeste do Rio Grande do Sul. R$ 80 por dia de trabalho. Eles contaram ainda não haver recebido o pagamento de R$ 80 por dia de travalho, e que o acesso a alimentos era insuficiente, consumindo produtos de baixa qualidade. 

A fiscalização apontou que o alojamento onde ficavam os trabalhadores não oferecia condições adequadas de higiene, sem a existência de instalações sanitárias. No local onde eram realizadas as refeições foram encontradas fezes de rato, além de alimentos guardados de forma imprópria e sem condições de consumo.

As Carteiras de Trabalho dos trabalhadores não havia sido assinada pelo empregador, eles não haviam sido submetidos a exames médicos, e também não foi fornecida documentação relativa ao contrato de trabalho.
 
O responsável pela contratação foi notificado sobre os pagamentos pendentes, além do pagamento adiantado de R$ 500 para cada um.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!