Busca rápidaX

MANCHETES

Infratores de trânsito inadimplentes serão inscritos em dívida ativa

9 de outubro de 2017
Os infratores com maiores dívidas de multas de trânsito passarão a ser inscritos em dívida ativa. Isso significa que quem deve mais de R$ 3,3 mil na soma das multas responderá a um processo de cobrança, e o não pagamento resultará na inscrição em Dívida Ativa do Estado do Rio Grande do Sul. Além disso, o devedor será inscrito no Cadastro de Inadimplentes do Estado (Cadin RS), podendo sofrer restrições de crédito. Após a inscrição, o débito passa a ser corrigido pela taxa Selic. Por fim, se não houver o pagamento, o crédito ficará sujeito à cobrança cartorial ou judicial.

“A iniciativa visa a evitar a impunidade, contribuindo para a mudança de comportamento que leva a maior segurança para todos nas ruas e estradas”, explicou o diretor-geral do Detran RS, Ildo Mário Szinvelski. O órgão de trânsito dispõe de levantamento das dívidas dos condutores infratores em seu sistema informatizado.

“Primeiramente, estamos focando em pouco mais de seis mil condutores, cerca de 0,13% do total. Apesar de poucos, eles devem mais de R$ 32 milhões ao erário, uma média de mais de R$ 4,8 mil cada um”, informou Rodrigo Chies, diretor Administrativo e Financeiro do Detran RS. Serão computados os valores de multas não pagas relacionadas a um mesmo CPF.

Os condutores em situação de dívida ativa serão notificados pelo Detran RS e terão 30 dias, a contar da intimação, para impugnar o valor cobrado ou realizar o pagamento. A notificação será feita contra aviso de recebimento (AR), acompanhada da guia para pagamento. O prazo para pagamento estará definido na própria notificação.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!