Busca rápidaX

Instalada a Frente Parlamentar em Defesa do Esporte, Recreação e Lazer

20 de maio de 2019

A Assembleia Legislativa instalou, na tarde desta segunda-feira (20), a Frente Parlamentar em Defesa do Esporte, Recreação e Lazer, que será presidida pela deputada Sofia Cavedon (PT). A iniciativa, segundo a petista, “representa o prosseguimento da caminhada para construir o direito ao esporte e lazer, oferece um olhar diferenciado para os protogonistas desta área e dá visibilidade às experiências desenvolvidas pela própria sociedade”. Além disso, a frente parlamentar deverá fazer um diagnóstico do setor, a partir de suas carências, desafios e perspectivas.

De acordo com boletim distribuído pelo gabinete da deputada, apesar de o Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte ter arrecadado R$ 25,4 milhões, de 2015 a 2018, só aplicou R$ 66,4 mil. A mesma situação ocorreu com os repasses do Fundo Federal de Promoção do Desporto Educacional e Não Profissional (Fundesp), a chamada Lei Pelé.

Conforme o material, no mesmo período, foram repassados R$ 30,4 milhões ao Rio Grande do Sul, mas apenas R$ R$ 8,5 milhões foram liquidados. “Infelizmente, a mesma realidade que afeta a educação, que aplicou apenas 26% da receita em 2018, contrariando o que determina a Constituição, também impera no esporte e lazer”, lamentou Sofia.

O secretário do Esporte e Lazer, João Derly, acredita que a frente parlamentar pode ajudar a institucionalizar o esporte no Rio Grande do Sul. Ele sugeriu que a instância agregue à sua agenda a luta pela obrigatoriedade da Educação Física nas séries iniciais, iniciativa já aprovada pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre, mas ainda não regulamentada.

O secretário anunciou ainda que, apesar das dificuldades financeiras, está trabalhando para retomar programas e trazer eventos esportivos ao estado. “Estamos retomando o diálogo com pessoas que atuam na área. O Estado não precisa inventar a roda, mas potencializar o que a sociedade já vem fazendo”, apontou.

Abalo

O presidente do Colégio Brasileiro de Ciência do Esporte, Vicente Molina Neto, afirmou que a frente parlamentar é um instrumento necessário num “momento em que a educação, a cultura, a ciência, a tecnologia e o esporte estão sob forte abalo e tornaram-se alvos de críticas infundadas”.

O deputado Sérgio Peres (PRB) ressaltou a importância do esporte e lazer para a criação de oportunidades e para a saúde da população. “Cada R$ 1,00 aplicado no esporte equivale a R$ 4,00 economizado na saúde”, contabilizou.

Já a deputada Fran Somensi (PRB) afirmou que o momento é propício para resgatar o que foi perdido e que o esporte “faz a diferença na educação, contribuindo para a disciplina” e para a introjeção de conceitos como “perder e ganhar”.

Painel

Após a cerimônia de instalação, a frente parlamentar promoveu o painel Desafios para a Garantia do Direito ao Esporte, Recreação e Lazer. A integrante da Frente em Defesa do Direito Social ao Esporte, ao Lazer e à Recreação de Porto Alegre Nelsi Girardi falou sobre a importância da prática esportiva para pessoas idosas.

O professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Mauro Myskiw abordou o abandono das políticas públicas para o setor em Porto Alegre a partir da extinção da Secretaria Municipal de Esportes. “Isso se deu com a transposição de um modelo de gestão empresarial para o ambiente público, produzindo apenas uma economia simbólica”, criticou.

Por fim, a professora da Escola de Educação Física ,Fisioterapia e Dança da UFRGS Silvana Vilodre Goellner discorreu sobre a questão do acesso ao esporte, lembrando que marcadores sociais como classe social, raça, gênero, orientação sexual, geração e habilidade limitam a inclusão. “Não basta garantir o ingresso destes grupos. É preciso garantir sua permanência nos espaços de prática esportiva”, defendeu.

Também participaram do evento o presidente do Conselho Regional de Educação Física, José Edgar Meurer, o presidente da Associação dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior de Educação Física do Rio Grande do Sul, Ricardo Demétrio de Souza Petersen, e a vice-presidente da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Estudos do Lazer, Raquel da Silveira.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Assembleia Legislativa RS

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!