Busca rápidaX

Champs Elysees

Jovens da Fase de Santo Ângelo e demais unidades do RS votarão nas eleições de domingo

5 de outubro de 2018

Os adolescentes entre 16 e 21 anos incompletos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase), no Rio Grande do Sul,  votarão, domingo, 07, durante o primeiro turno das eleições gerais do Brasil. As unidades de internação de Porto Alegre, Região Metropolitana e interior do Rio Grande do Sul realizaram esforços desde maio deste ano, por meio de mutirões para regularização da situação eleitoral, ação que permitiu a garantia do direito ao voto aos socioeducandos.

Na capital são 111 adolescentes divididos entre os Centros de Atendimento Socioeducativos (Cases) POA 1 (19), POA 2 (28), Padre Cacique (27), Comunidade Socioeducativa (CSE) (32) e Case Feminino (Casef) (5).

Na Região Metropolitana e no interior, o número sobe para 181, sendo Novo Hamburgo (91), Passo Fundo (27), Pelotas (33) e Santo Ângelo (30), totalizando 292 adolescentes, cerca de 32% da população apta a participar do pleito.

É preciso levar em conta que, na composição deste percentual, foi excluído o universo populacional de jovens da Fase com idades entre 12 e 15 anos e também de três importantes regionais do interior: Caxias do Sul, Santa Maria e Uruguaiana.

No primeiro município, não há adolescentes aptos ao voto em número suficiente para que seja aberta uma seção eleitoral uma vez que, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), exige que haja no mínimo 20 eleitores para a instalação de uma urna. Já em Santa Maria e Uruguaiana, os juízes eleitorais das respectivas regiões não permitiram a criação de uma seção eleitoral nas unidades da Fase.

Há ainda adolescentes que fizeram o título durante seu período de internação na Fase, mas que foram desligados antes do período de votação, além do ingresso de jovens em todas as unidades do estado após o prazo regulamentar para a confecção/transferência do título eleitoral até a data de 23 de agosto de 2018.

A coordenadora pedagógica da Fase, Janaina Mildner, explicou a importância dentro do trabalho socioeducativo do resgate dos direitos e deveres dos adolescentes, enquanto cidadãos. “O processo eleitoral se traduz em um importante instrumento de promoção para abordagem do tema ‘cidadania’ na sua plenitude”, afirmou.

Dia de votação

Em todo território nacional, no dia do pleito, a votação vai das 8h às 17h. O chefe do Cartório da 114ª Zona Eleitoral, César Ribeiro, que atende a seções eleitorais que irão operar nas unidades da Fase, em Porto Alegre, explica como é a votação nesses locais.

“O processo é idêntico àquele realizado fora da Fase. A única diferença, na Zona 114ª, é que no final da eleição, em vez de os presidentes das seções se deslocarem até o Colégio Nossa Senhora do Bom Conselho, a responsabilidade é delegada a uma empresa, que leva os dados coletados até o Centro de Eventos do estádio Beira-Rio”, contou. Os mesários que atuarão nas respectivas seções são servidores indicados pela Fase para o trabalho.

Compartilhar
  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  
    10
    Shares
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e governo estadual

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!