Busca rápidaX

MANCHETES

Julgamento de acusados por incêndio na Boate Kiss começa nesta quarta-feira; Rádio Progresso acompanha júri em Porto Alegre

30 de novembro de 2021

Começa nesta quarta-feira o julgamento de quatro réus no caso da boate Kiss. A Rádio Progresso acompanha ao vivo o tribunal do júri direto do Foro Central de Porto Alegre.

A tragédia ocorreu na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, e foi provocada pela imprudência dos integrantes da banda em usar artefato pirotécnico em ambiente fechado e pelo fato de haver aglomeração de público além da capacidade prevista no local.

O acidente foi considerado a segunda maior tragédia no Brasil em número de vítimas em um incêndio, sendo superado apenas pela tragédia do Gran Circus Norte-Americano, ocorrida em 1961, em Niterói, que matou 503 pessoas.

Serão julgados Elissandro Callegaro Spohr, conhecido como Kiko, 38 anos, era um dos sócios da boate; Mauro Lodeiro Hoffmann, 56 anos, era outro sócio da Boate Kiss; Marcelo de Jesus dos Santos, 41 anos, músico da banda Gurizada Fandangueira e Luciano Augusto Bonilha Leão, 44 anos, era produtor musical e auxiliar de palco da banda.

O Ministério Público denunciou, com base nos inquéritos da Polícia Civil e da Polícia Militar, outras 20 pessoas, incluindo bombeiros, sócios, ex-sócios ou pessoas que tinham relação com a boate. Elas foram denunciadas pelos crimes de falsidade ideológica, fraude processual, falso testemunho, negligência e prevaricação.

Os réus são julgados por 242 homicídios consumados e 636 tentativas (artigo 21 do Código Penal). Na denúncia, o Ministério Público havia incluído duas qualificadoras — por motivo torpe e com emprego de fogo —, que aumentariam a pena. Porém, a Justiça retirou essas qualificadoras e converteu para homicídios simples.

Sete ijuienses morreram na tragédia. Fernanda de Lima Malheiros, Allana Willers, Linccon Turcato Carabadgialle e Thiago Amaro Cechinatto, Helena Poletto Dambros, todos jovens e estudantes. Também morreram os músicos Marcos Rigoli e de Robson Van Der Ham, da banda Pimenta e Seus Comparsas. O morador de Jóia, Ariel Andreatta, também foi vítima da tragédia.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!