Busca rápidaX

Lacen se aproxima dos 50 mil testes de Covid-19 realizados desde março

1 de setembro de 2020

O Laboratório Central do Estado (Lacen-RS) está próximo de alcançar a marca de 50 mil testes de biologia molecular para a identificação da Covid-19. Em média, são 400 exames realizados diariamente, com resultados liberados em até dois dias para 90% dos casos.

A Secretaria da Saúde (SES) reforça ainda esse tipo de análise, considerada padrão-ouro (serve como referência) para o diagnóstico do coronavírus, com a distribuição de mais de 17 mil insumos para testes em laboratórios parceiros e outras 27 mil amostras enviadas para testagem fora do Estado pelo projeto Testar RS.

Somente em agosto foram cerca de 12 mil testes realizados pelo Lacen. Desses, 90% tiveram o resultado em até dois dias desde a chegada da amostra na unidade em Porto Alegre.

Análises no Lacen para Covid-19 em agosto:

Resultado no mesmo dia do recebimento: 665 (5,6%)
Resultado no dia seguinte: 6.343 (53%)
Resultado em dois dias: 3.771 (31,5%)
Resultado em três dias: 1.161 (9,7%)
Resultado em quatro dias: 28 (0,2%)
Resultado cinco ou mais dias depois: 8 (menos de 0,1%)

A análise de biologia molecular é considerada padrão-ouro por identificar a presença do Sars-CoV-2 (vírus causador da Covid-19) em amostras de secreções das vias respiratórias (do nariz e garganta) dos casos suspeitos. Esses materiais são coletados com o uso de um tipo hastes de plástico parecidas com cotonetes (swabs) ou com aspirados por sonda.

Assim que chegam ao laboratório, as amostras passam por diferentes estágios de preparação e extração do material genético das moléculas (RNA) até chegar ao resultado final. Essa técnica leva o nome de RT-PCR (sigla que em inglês para reação em cadeia da polimerase acoplada a transcriptase reversa).

O Lacen do Rio Grande do Sul foi um dos primeiros laboratórios estaduais em que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) descentralizou o diagnóstico do coronavírus. Antes de 6 de março, todos os casos suspeitos tinham de ter as amostras enviadas para exame no Rio de Janeiro. Mesmo que em número ainda pequeno, os resultados levavam, normalmente, mais de uma semana.

O envio de amostras para outros Estados voltou no final de julho, com o lançamento do projeto Testar RS, que amplia a testagem para detecção do novo coronavírus. Desde então, mais de 27 mil amostras já foram enviadas para análise em laboratórios de referência no Paraná, no Rio de Janeiro e em São Paulo. A meta é, de forma gradativa, aumentar esse número para até 7 mil testes diários. A estratégia é resultado de trabalho conjunto da SES com o Ministério da Saúde e o programa Todos pela Saúde.

Além disso, o Lacen conta ainda com o apoio de outros laboratórios públicos parceiros, que com insumos distribuídos pela SES também realizam testes para Covid-19. Até o momento, mais de 17 mil insumos para exames de RT-PCR foram encaminhados para laboratórios em Porto Alegre, Caxias do Sul, São Leopoldo, Uruguaiana, Santa Maria e Rio Grande.

O RT-PCR é recomendado para todas as pessoas que internem por algum agravo respiratório (chamado de Síndrome Respiratória Aguda Grave). Também fazem esse tipo de análise as pessoas com síndrome gripal (febre acompanhada de algum desconforto respiratório que não precise de hospitalização) de 37 municípios prioritários, previstos no Testar RS. Gradativamente está prevista a ampliação desse número de cidades.

Testes rápidos

O outro tipo de exame disponível pela rede pública são os testes rápidos de anticorpos. A Secretaria da Saúde distribuiu esse ano mais de 348 mil testes rápidos a todos os municípios. Esses exames detectam a presença da resposta imunológica do organismo à infecção pelo Sars-CoV-2, o vírus causador da Covid-19.

Para que o nível de anticorpos seja suficiente para a sua identificação, sua aplicação é recomendada após 10 dias desde o início dos sintomas. É utilizado com a coleta de uma gota de sangue da ponta de um dedo. O resultado sai em 15 minutos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Governo do RS
error: Conteúdo protegido!