Busca rápidaX

MANCHETES

Ladrões atacam carro-forte, amarram artefato em refém e fogem em Porto Alegre

12 de janeiro de 2018
Criminosos armados atacaram um carro-forte, roubaram dinheiro e fugiram com os vigilantes como reféns — dois deles tiveram artefatos que seriam bombas amarrados à barriga — na zona norte de Porto Alegre, na tarde desta quinta-feira (11). Segundo a Brigada Militar, por volta das 15h30min, um veículo da empresa STV que transitava pela Travessa Arno Philip, no bairro Anchieta, foi bloqueado por um caminhão. Os ladrões usavam como apoio um SUV.

Segundo a BM, os criminosos fizeram a remoção do dinheiro do carro-forte para o caminhão e fugiram em direção a Canoas. Quatro vigilantes que estavam no veículo da transportadora de valores foram sequestrados e feitos reféns. Os funcionários foram liberados — dois em Canoas e os demais na Avenida Severo Dullius, na Capital. Antes de serem soltos, um deles teve o artefato desamarrado da barriga.

Às 17h10min, três vigilantes que haviam sido sequestrados prestavam depoimento no  Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

— Chama atenção que é um carro de transporte de valor. Foi abordado ali, não ouvi nenhum disparo. Só colocaram os caras dentro do caminhão, colocaram uma bomba em um dos funcionários e deu — disse um morador de 34 anos que não quis ser identificado.

Por cerca de uma hora, o quarto refém ficou com uma suposta bomba amarrada ao corpo. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) removeu o artefato e analisa para verificar se é um explosivo. A vítima passa bem.

Ninguém foi preso até o momento, mas, segundo a Polícia Civil, seriam cinco criminosos — sendo um deles já identificado como assaltante de bancos.

No final desta tarde, a STV divulgou uma nota:
A STV está prestando os esclarecimentos necessários à Polícia sobre a ocorrência. A empresa ainda não tem todos os detalhes sobre o que aconteceu e busca informações junto aos órgãos de investigação. A STV vai prestar toda a assistência aos funcionários que foram envolvidos no episódio.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!