Busca rápidaX

MANCHETES

Lançamento da Expo-Ijuí/Fenadi é marcado por destaques sobre agronegócio e ações diferenciadas no parque

23 de agosto de 2019
Nadine Dubal, presidente da Expo-Ijuí

Foco em ações diferenciadas e no agronegócio. Essas foram as principais linhas comentadas pela presidente da Expo-Ijuí deste ano, Nadine Dubal, em entrevista na RPI, durante o lançamento da Expo/Fenadi que aconteceu ontem à noite, 22, na casa alemã do parque de exposições Wanderley Burmann. Destacou o apoio de empresas para investimento a fim de realizar a feira, bem como apoio do poder público local. 

Nadine Dubal ainda citou a contenção de gastos, por exemplo, com a contratação, pela primeira vez, de dois artistas plásticos para produzir a identidade visual da Expo/Fenadi. Esse serviço, com apoio de funcionários da Associação Comercial e Industrial de Ijuí, vai custar 15 mil reais. Uma das agências de publicidade havia solicitado 70 mil reais para o mesmo trabalho.

Nélson Casarin, presidente da Fenadi

A presidente da Expo-Ijuí também observou que neste ano ocorreu terceirização total dos shows, que pela primeira vez serão realizados numa arena fechada, imediações do setor do agronegócio. Com isso, não haverá custos para a Expo/Fenadi com apoio nessa estrutura de apresentações, como ocorria em anos anteriores.

Já o coordenador da Feira do Agronegócio da Expo/Fenadi de 2019, André Bigolin, frisou que o agronegócio precisa ser o protagonista dos eventos, que acontecerão de 11 a 20 de outubro. Disse que se concretizou o projeto de atrair empresas para exposição na área agrícola, visto que tinham deixado de participar da programação. Inclusive, em razão do espaço físico, algumas empresas ficaram na lista de espera.

Por outro lado, o presidente da ACI, Nilo Leal, também na noite de ontem no lançamento da Expo-Ijuí/Fenadi, citou que o segmento de agropecuária vai contar com valorização de produtores da região Noroeste, por exemplo, durante a Fenilact, que é a Feira de Produtos Lácteos.

Já o presidente da União das Etnias de Ijuí e da Fenadi, Nélson Casarin, ressaltou que mais de 30 grupos de danças étnicos serão atrações na Expo/Fenadi, com muitos shows no Palco das Etnias. Ainda comentou que haverá presença da escola de teatro Bolshoi do Brasil, sediada em Joinville, Santa Catarina.

Ao falar para a RPI, no mesmo evento ontem à noite, na casa alemã do parque Wanderley Burmann, a reitora da Unijuí, Cátia Nehring, destacou que a Expo/Fenadi atua muito em negócio, cultura e transformação, que também é o foco da universidade.

Cátia Nehring valorizou o fato da Expo-Ijuí ter, pela primeira vez, uma mulher na presidência, no caso a empresária Nadine Dubal. Também comentou que se o município Ijuí busca o título de Capital Nacional das Etnias, conforme projeto que tramita no Congresso Nacional, muito se deve a iniciativas realizadas em anos passados, por exemplo, por meio do movimento étnico. A reitora da Unijuí ainda enfatizou a pluralidade de ideias que circula na Expo/Fenadi.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!