Busca rápidaX

MANCHETES

Lasier votará a favor de Aécio no Senado

28 de setembro de 2017
O senador Lasier Martins (PSD-RS) votará a favor de Aécio Neves (PSDB-MG) no plenário do Senado para derrubar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou, na terça-feira (26), que o tucano seja afastado do mandato e permaneça recluso em sua casa à noite. Segundo o parlamentar gaúcho, a ordem do STF contraria a Constituição.

— Sempre coloco em primeiro lugar a Constituição — argumentou Lasier em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta quinta-feira (28). — O Aécio tem uma grave acusação, que eu entendo que mereça ser investigada e, se for o caso, que (ele) venha a ser condenado. Mas não houve flagrante, nem crime inafiançável, e ele está sendo punido com prisão. A reclusão noturna à sua casa é uma forma de prisão, prisão domiciliar — argumentou.

Lasier explica que é favorável ao afastamento de Aécio do mandato como senador. Entretanto, como a suspensão do cargo e a proibição para que o tucano deixe a residência à noite deverão ser analisadas em conjunto pelo plenário do Senado, o parlamentar gaúcho votará a favor de Aécio por entender que a decisão do Supremo representa uma forma "mais amena" de prisão, o que seria ilegal.

— O meu voto hoje é pela condenação do Aécio, mas tem que seguir o processo regular. Hoje, se eu pudesse, faria o seguinte: votaria pelo fim da prisão domiciliar noturna (de Aécio), mas pelo afastamento do Senado. O Aécio não tem condições de voltar ao Senado e continuar legislando. 

Lasier sustenta que, no caso do ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS), houve "pertubação da Justiça", já que o então petista estaria negociando o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Com isso, a prisão de Delcídio e a perda do seu mandato se justificariam. Em relação a Aécio, no entanto, a "prisão" não tem respaldo legal, segundo Lasier.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!