Busca rápidaX

Levantamento do núcleo do Cpers de Ijuí aponta várias escolas em greve na região

18 de novembro de 2019
Greve na escola da Penha de Ijuí

Esta segunda-feira, 18, foi de incerteza para alunos e professores da Rede Estadual de Ensino. O Sindicato dos Professores Estaduais do Rio Grande do Sul, Cpers, convocou greve em resposta às reformas propostas pelo governador Eduardo Leite sobre o plano de carreira dos funcionários estaduais e que afeta diretamente os professores.

De acordo com a diretora do trigésimo primeiro núcleo regional do Cpers, com sede em Ijuí, Terezinha Melo, a regional abrange 60 escolas, das quais 15 aderiram totalmente e estão paradas,  e em outras 27 há alguns grevistas. A equipe da RPI fez levantamento entre as maiores escolas da cidade.

Paralisação na escola Osvaldo Aranha de Ijuí

Por enquanto, a informação repassada pelos educandários é de que a escola 25 de julho vai aderir à greve a partir de amanhã. A escola Otávio Caruso Brochado da Rosa, o CIEP, não terá aulas no turno da manhã a partir desta terça-feira,por uma semana. O turno da tarde terá atividades normais. Ainda não ficou confirmada a adesão do curso técnico, que tem aulas a noite.

No Instituto Estadual de Educação Guilherme Clemente Koehler, conhecido como Polivalente, parte dos educadores aderiram à paralisação. A Escola Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa, Ruizinho, também definiu adesão no turno da manhã, portanto, nesta terça de manhã não haverá aula.

A Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa, Ruyzão, vai paralisar as aulas por uma semana. Na próxima segunda-feira, uma reunião está programada para definir se a greve continua. Na Escola São Geraldo a adesão dos professores é parcial. Hoje, às 19 horas haverá reunião geral para definir o cancelamento ou não das aulas.

Já a escola Ijuizinho decidiu aderir à greve. Na próxima segunda-feira, professores e funcionários voltam a se reunir para acertar se continuam ou não paralisados. Ainda em Ijuí, nas escolas Osvaldo Aranha e Penha também ocorre greve. Pela região, as escolas estaduais de Joia, Catuípe, Pejuçara e Augusto Pestana ainda promovem reuniões para definir se os professores participam ou não da paralisação.

Em Catuípe, as escolas Barão do Rio Branco e Colégio Estadual Catuípe realizam encontro com os profissionais hoje a noite para discutir sobre a greve. Em Joia a direção da Escola Estadual Antônio Mastella disse que está conversando com os professores para definir a participação no movimento. Em todas os educandários hoje, o funcionamento foi normal. Na escola estadual João Carlini, de Ajuricaba, a greve é praticamente total. Apenas um funcionário que atua por meio de contrato emergencial segue no trabalho. 

Nesta terça-feira, o trigésimo primeiro Núcleo Regional do Cpers terá encontro na Praça da República, a partir das 8h30min onde devem realizar a organização do comando da greve. Já na quarta-feira, a presidente do Cpers, Helenir Aguiar Schurer estará em Ijuí. Neste dia será realizado um ato regional com a participação dos educandários de abrangência do núcleo. A programação do ato regional será definida amanhã.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!