Busca rápidaX

Lombadas eletrônicas da RS-240, em são Leopoldo, estão desligadas há 50 dias

6 de setembro de 2017
Há pelo menos 50 dias, os usuários da RS-240 encontram desligadas as oito lombadas eletrônicas instaladas entre São Leopoldo, no Vale do Sinos, e Montenegro, no Vale do Caí.

Como a rodovia está localizada em uma área urbana e tem uma travessia de pedestres considerável, os controladores de velocidade são importantes para diminuir o número de atropelamentos, segundo informa o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). 

A autarquia informou que a empresa responsável pela fiscalização optou por não renovar o contrato, que chegou ao fim no começo da segunda quinzena de julho. O Daer não quis revelar mais detalhes sobre o assunto sob justificativa da ação fazer parte de um plano para evitar que os motoristas abusem da velocidade. Segundo a atuarquia, mais detalhes serão divulgados quando o novo edital de licitação for encaminhado para publicação.

"O Daer não está divulgando informações a respeito do desligamento das lombadas a fim de preservar a segurança dos usuários, uma vez que esse dado pode contribuir para que muitos motoristas desrespeitem o limite de velocidade das vias. Uma vez que a empresa responsável não quis renovar o contrato e o processo de renovação, que inclui também novos pontos, estava adiantado, o problema deve ser resolvido em breve. Essa divulgação será feita assim que a licitação estiver na Celic" informa a nota divulgada pela autarquia.

Em 2015, praticamente todas as lombadas eletrônicas das rodovias estaduais do Rio Grande do Sul foram desligadas depois que os contratos foram encerrados. Ela monitoravam mais de 80 trechos de rodovias. Os equipamentos só foram religados 11 meses depois, quando o novo contrato entrou em vigor.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!