Busca rápidaX

MANCHETES

Mais de 128 mil veículos seguem circulando com o IPVA 2018 atrasado no RS

24 de setembro de 2018

 

O calendário de pagamento do IPVA 2018 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) encerrou no final de abril, mas cerca de 128 mil motoristas ainda não quitaram o imposto no Rio Grande do Sul. Para diminuir a inadimplência financeira do tributo, que está em 3,37%, a Receita Estadual prepara uma nova ofensiva com operações em diferentes regiões. O objetivo é recuperar os cerca de R$ 89 milhões devidos e ainda não recolhidos aos cofres públicos. Metade do valor arrecadado com o tributo é repassado de mane

ira automática às prefeituras gaúchas, conforme o município de emplacamento do veículo.

Após o vencimento do IPVA 2018, o atraso no pagamento do imposto acarretou multa de 0,33% ao dia até o limite de 20%, conforme o vencimento, de acordo com o número final da placa do veículo. Depois de 60 dias em atraso, ocorreu a inscrição como Dívida Ativa, quando houve o acréscimo de mais 5% sobre o valor do tributo não pago. Tal medida também acarretou a inclusão do nome dos contribuintes na Lista de Inscritos em Dívida Ativa publicada no site da Secretaria da Fazenda (http://receita.fazenda.rs.gov.br/lista/3973/lista-de-inscritos-em-divida-ativa-ref) e no cadastro de inadimplentes do Estado (Cadin/RS), bem como o encaminhamento dos nomes para o cadastro de devedores da Serasa. Os proprietários em situação irregular também correm o risco de arcar com custos de multa, serviços de guincho e depósito do Detran, caso flagrados nas blitze do imposto.

Nesta quarta fase da Operação IPVA 2018, além da realização de novas blitze nos municípios gaúchos, a Receita Estadual irá intensificar as iniciativas de cobrança dos devedores. Algumas das possibilidades são a realização de protesto extrajudicial e o encaminhamento das dívidas para cobrança judicial.

Resultado Parcial da Inscrição como Dívida Ativa

Incrementado pelo envio das dívidas para a Serasa, o pagamento dos débitos inscritos como Dívida Ativa já ultrapassou 50% do total de R$ 207 milhões que foram inscritos.

Como se regularizar?

No comunicado enviado pela Serasa, consta o número do “Contrato”, que corresponde ao número da Dívida Ativa na Receita Estadual. Com este número, além de seus dados de identificação, os contribuintes podem acessar o site http://receita.fazenda.rs.gov.br/inicial (Serviços e Informações > Débitos e Parcelamentos) e consultar suas dívidas.

A regularização pode ser efetuada mediante pagamento através de uma das seguintes alternativas:

a) Correntistas do Banrisul podem realizar o pagamento via home banking. Dessa forma, o contribuinte tem a oportunidade de quitar todos os seus débitos informando apenas Renavam e placa do veículo;

b) Não correntistas do Banrisul devem dirigir-se a uma agência do Banco, podendo quitar todos seus débitos informando apenas Renavam e placa do veículo;

c) Os contribuintes também podem imprimir a Guia de Arrecadação (GA) no link https://www.sefaz.rs.gov.br/DAT/DAT-GAU-EMI-DIV_1.aspx?cpf_fis=&cnpj_empresa=&cgcte_empresa=&ipva e realizar o pagamento nas agências do Banrisul;

d) Em caso de necessidade, também é possível retirar a Guia de Arrecadação (GA) nas unidades de atendimento da Receita Estadual (consulte os locais em http://receita.fazenda.rs.gov.br/locais-de-atendimento) e realizar o pagamento nas agências do Banrisul.

A rede credenciada (Banrisul, Santander, Bradesco, Sicredi e Lotéricas da Caixa Econômica Federal) está apta a receber todos os débitos dos veículos, exceto o IPVA inscrito como Dívida Ativa, que deve ser pago exclusivamente no Banrisul. Os pagamentos não podem ser realizados nas unidades da Receita Estadual.

Compartilhar
  • 19
  •  
  •  
  •  
  •  
    19
    Shares
Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Peugeot Champs Elysées



Peugeot Champs Elysées

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!