Busca rápidaX

MANCHETES

Marcha em defesa ao ex-presidente Lula, bloqueia vias em Porto Alegre e provoca congestionamento

22 de janeiro de 2018
Em defesa do ex-presidente Lula, manifestantes ligados ao  Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Via Campesina realizam uma caminhada na manhã desta segunda-feira (22). A marcha começou na BR-290, que ficou totalmente bloqueada no trecho da Ponte do Guaíba, na chegada a Porto Alegre., e segue até o Anfiteatro Pôr do Sol.

Por volta das 9h, os manifestantes chegaram na Avenidas Borges de Medeiros. Segundo a Brigada Militar, estariam reunidos cerca de 1,5 mil manifestantes, mas organizadores do ato afirmam que o número é de 3 mil.

O trânsito também é afetado pela volta do Litoral. Conforme a Triunfo Concepa, concessionária responsável pela freeway, a estimativa é de que 50 mil veículos retornem do Litoral Norte nesta segunda, após a movimentação intensa em direção às praias no fim de semana.

No km 19 da RS-040, em Viamão, o motorista de um caminhão morreu após colidir com um carro e outo caminhão. Outras sete pessoas ficaram feridas. Antes das 8h, as duas vias ficaram totalmente bloqueadas. 

A sessão que define o destino do ex-presidente Lula começa às 8h30min de quarta-feira (24). Condenado, em primeira instância, a nove anos e meio de prisão por crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, Lula apelou ao TRF4, com sede em Porto Alegre, na tentativa de reverter a sentença do juiz federal Sergio Moro, de julho do ano passado.

A caminhada desta segunda conta com a presença de figuras conhecidas do PT, como  Olívio Dutra e a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do partido.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!