Busca rápidaX

“Me vi dentro de um caixão”, diz César Amaral sobre luta contra a Covid-19

21 de junho de 2021

Diante das mais de 500 mil mortes decorrentes da Covid-19, é comum o sentimento de tristeza e impotência. Há 15 meses a população convive com o aumento no número de casos -e mortes- ocasionados pelo coronavírus. Existem, no entanto, histórias positivas, que merecem ser contadas. O caso do Presidente da União das Associações de Bairros de Ijuí (UABI), Cesar Amaral, é um deles. Depois de 30 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele se recuperou e é um vencedor da luta contra a covid.

Em entrevista à RPI, César Amaral disse que esperou 10 dias para procurar o hospital, desde o aparecimento do primeiro sintoma, considerado por ele como gripal. Quando chegou na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), foi imediatamente encaminhado ao Hospital de Caridade de Ijuí, onde foi entubado na manhã seguinte. “Quando os médicos me disseram que eu seria entubado, entreguei nas mãos de Deus e esperei que ele fizesse o melhor”.

César precisou de entubação em razão do comprometimento dos pulmões, que estava em 60%. Ele acordou 21 dias depois, ainda na UTI. “Sei que muita gente rezou e orou por mim, e foi a fé destas pessoas, e a minha, que me manteve vivo”, disse. 

César carrega algumas sequelas, como queda de cabelo e um pouco de dificuldade para respirar, no entanto, recebeu orientação médica e está tomando todos os cuidados necessários para que o processo de recuperação seja cada vez melhor. “Eu me vi dentro de um caixão. Vi pessoas próximas chegando para o meu velório. Estar vivo é uma graça. As pessoas não podem achar que isso é só uma gripezinha”, pontuou. 

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!