Busca rápidaX

Médico é condenado por abuso sexual de pacientes no RS

4 de julho de 2018

Um médico de 68 anos foi preso nesta terça-feira (3) em Rio Grande, na Região Sul do estado. Ele foi condenado pela prática de abuso sexual de pacientes. Dalmo Batista Soares deverá cumprir a pena de quatro anos e três meses em regime semiaberto. As informações foram repassadas pela Polícia Civil.

Três pacientes denunciaram os abusos. Dois casos ocorreram em 2006 e em 2013 no consultório particular. De acordo com a polícia, foi registrado um outro caso, em 2016, no Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio Grande (Furg).

De acordo com o delegado Roberto Sahagoff, os casos investigados, que resultaram na condenação, apontaram que ele se aproveitava da condição de médico para praticar abusos durante os exames. “Para praticar atos libidinosos não cabíveis em um exame médico […] com o intuito de satisfazer o seu prazer sexual.”

A defesa do médico nega as acusações. “Ele alegou inocência durante todo o processo”, relata a advogada Dulce Helena Zogni da Silva Corrêa.

Dulce acrescenta que, das três pessoas que fizeram a denúncia, duas participaram do processo que resultou na condenação de Dalmo. Ela nega o último registro, de 2016. “Os processos foram apensados [reunidos]. Foram três supostas vítimas, mas apenas duas delas levaram adiante o processo.”

No boletim de ocorrência, a paciente relatou que chegou ao consultório com fortes dores abdominais, quando o médico teria feito o exame de toque e tentado beijá-la. Já a defesa do médico diz que ele foi condenado por “toque de mama”, durante exames admissional e demissional, por meio do estetoscópio.

A advogada informou ainda que não cabe recurso da condenação.

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça na quinta-feira (28), mas foi cumprido pela Polícia Civil nesta terça. O médico foi detido no consultório, no Centro da cidade, e encaminhado à Penitenciária Estadual de Rio Grande.

Compartilhar
  • 38
  •  
  •  
  •  
  •  
    38
    Shares
Fonte: G1 RS

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!