Busca rápidaX

Mesmo limitada a grupos prioritários, vacinação contra a Covid já reduz mortes e hospitalizações, diz especialista

28 de abril de 2021

De acordo com o Presidente da Sociedade Brasileira de Imunização, Juarez Cunha, em entrevista concedida a Rádio Progresso hoje (28), no programa Rádio Ligado, existe a eficácia, que são os resultados apresentados em estudos de análise e efetividade são os dados registrados na vida real. De acordo com o que vem sendo apresentado até o momento, tanta a vacina Coronavac, quanto a vacina Oxford/Astrazeneca, ambas contra a Covid, vem registrando uma efetividade, uma proteção considerável já a partir da primeira dose. “Então, em torno de duas a três semanas após a aplicação da primeira dose as duas vacinas já dão uma boa proteção, elas já fazem com que o nosso organismo produza os anticorpos, a resposta imune e vá dar uma proteção”.

O presidente destacou ainda que, para que haja uma proteção completa e ideal em relação ao potencial protetor da vacina é necessária a aplicação da segunda dose e que os prazos sejam respeitados.

De acordo com Juarez Cunha, desde o início das imunizações, de acordo com estudos apresentados por São Paulo e Manaus, já houve registros de queda no número de casos dentre os grupos de pessoas vacinadas no país.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!