Busca rápidaX

MANCHETES

Mesmo sem vacina aos alunos, Apaes devem retomar aulas presenciais, segundo Estado

14 de maio de 2021

A Apae de Ijuí vive uma situação delicada. Isso porque o Governo do Estado autorizou a volta presencial aos alunos da instituição, no entanto, apenas uma pequena minoria, ou seja, menos de 10%, vão receber a vacina anti Covid. São os portadores da Síndrome de Down e integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC), um beneficio especial concedido a pessoa com deficiência que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Em entrevista à RPI ontem a tarde (13), a diretora da Escola de Educação Especial de Ijuí, Avani Brizzi, mostrou-se preocupada com a decisão do estado.
Avani afirma que o ideal seria que os alunos retornassem as salas de aula somente após receberem a vacina. A partir da determinação do estado a instituição enviou uma autorização aos pais ou responsáveis. Mesmo sem a imunização, dos 230 alunos da instituição, 52 foram autorizados a voltar à escola, entre eles, crianças, adultos e idosos.
A preocupação é ainda maior porque esses alunos não tem a obrigatoriedade de usar máscaras por exemplo, o que dificulta o controle em relação aos protocolos de segurança. Além disso, muitos professores que voltam instituição também não estarão imunizados, por isso, Avani faz um apelo para que os pais ou responsáveis pensem muito bem antes de autorizar o retorno.
O retorno presencial na Apae de Ijuí ocorre na próxima quarta-feira (19).

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!