Busca rápidaX

Ministério da Saúde sinaliza com possibilidade de nova portaria para funcionamento das UPAs

10 de novembro de 2016
Vários temas estão na pauta de discussão da Confederação Nacional dos Municípios e, por consequências, das prefeituras, cujos assuntos vão repercutir na próxima gestão municipal, a partir de primeiro de janeiro de 2017. Vários desses assuntos foram debatidos entre segunda-feira e ontem durante seminário promovido pela própria CNM, em Brasília. O evento foi direcionado para os prefeitos eleitos em outubro passado.

Vários futuros mandatários municipais das regiões Noroeste, Celeiro, Missões e Alto Jacuí estiveram presentes na Capital Federal. O prefeito eleito de Ijuí, Valdir Heck, disse que um dos temas levantamentos pela CNM foi a possibilidade das prefeituras receberem dinheiro referente à multa da repatriação de recursos do exterior. Isso porque, até o momento está acertado que os municípios vão contar apenas com parte das verbas repatriadas, mas sem direito à multa.

A divisão dos royalties da produção de petróleo também foi abordado no evento em Brasília. Nesse caso, a luta é para que o dinheiro seja dividido entre todos os municípios brasileiros. Valdir Heck frisou que num encontro breve com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, fez questionamento sobre o funcionamentos das UPAs – Unidades de Pronto Atendimento. Na ocasião, o Ministro informou que nos próximos dias o governo publicará uma nova portaria para regular esse serviço. As prefeituras esperam que a União amplie a ajuda financeira para custear os serviços das UPAs. Ijuí possui uma Unidade de Pronto Atendimento, que ainda não foi inaugurada.
 

 

 
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!