Busca rápidaX

Modelo de Distanciamento Controlado para Covid-19 coloca regiões de Ijuí e Santa Rosa na bandeira amarela

10 de maio de 2020

O governo do Rio Grande do Sul apresentou, no final da tarde de ontem, 09, o chamado Distanciamento Controlado, em razão da pandemia do novo coronavírus. O decreto que estabelece o modelo, vai passar a valer amanhã em todo o território gaúcho. Um dos pontos comuns, é que o uso de máscaras por parte das pessoas é obrigatório em todo o Estado.

Baseado na segmentação regional e setorial, o Distanciamento Controlado prevê quatro níveis de restrições, representados por bandeiras nas cores amarela, laranja, vermelha e preta. Essas bandeiras irão variar conforme a propagação da doença e a capacidade do sistema de saúde em cada uma das 20 regiões pré-determinadas.

O modelo de distanciamento envolve duas dimensões: regional e setorial. Os dados desses dois segmentos são cruzados para definir o risco epidemiológico e o nível do distanciamento exigido em cada uma das 20 regiões e em cada um dos 12 grupos de atividades econômicas definidos.

O monitoramento será diário, mas a atualização da bandeira ocorrerá semanalmente, divulgada sempre aos sábados, valendo para a semana seguinte. Cada região será avaliada por meio de 11 indicadores consolidados em dois grandes grupos com pesos iguais na definição final.

Um dos grupos é a propagação da Covid-19, ou seja, velocidade do avanço, estágio da evolução e incidência de novos casos sobre a população. O outro, a capacidade de atendimento e mudança da capacidade de atendimento.

Conforme o grau de risco calculado com pesos diferenciados para cada indicador, as regiões recebem uma cor de bandeira. A bandeira amarela indica risco médio/baixo, ou seja, a região se encontra com alta capacidade do sistema de saúde e baixa propagação da doença.

Já a bandeira laranja estabelece risco médio. Significa que a região está com um dos dois cenários: média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus ou alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.

A bandeira vermelha, por sua vez, apresenta risco alto em relação ao novo coronavírus.Com isso, a região está em um dos dois cenários: baixa capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus ou média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus.

Por fim, a bandeira preta indica risco altíssimo para a doença. Nesse caso, a região se encontra com baixa capacidade do sistema de saúde e alta propagação do vírus. Nesse momento, não há região do Rio Grande do Sul com bandeira preta.

A maior parte do território gaúcho está com a bandeira laranja, ou seja, risco médio para a Covid-19. Esse é o caso, por exemplo, da região 12, liderada pelo município de Cruz Alta. Fazem parte desse agrupamento, também os municípios de Boa Vista do Cadeado, Boa Vista do Incra, Colorado, Cruz Alta, Fortaleza dos Valos, Ibirubá, Jacuizinho, Quinze de Novembro, Saldanha Marinho, Salto do Jacuí, Santa Bárbara do Sul, Selbach e Tupanciretã.

A região 11 também está na bandeira laranja, que abrange municípios da região missioneira, por exemplo, Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, Santo Ângelo e São Luiz Gonzaga. As regiões 15 e 20 estão na mesma situação, ou seja, abrangência de Palmeira das Missões. É uma grande região, que engloba, também, Iraí, Coronel Bicaco, Dois Irmãos das Missões, dentre outros municípios, além de parte da região Celeiro.

Após a bandeira laranja, a segunda maior parte do Rio Grande do Sul está com a bandeira amarela, ou seja, risco médio/baixo para o novo coronavírus. É o caso das regiões 13 e 14, na divisão do governo gaúcho, lideradas pelos municípios de Ijuí e Santa Rosa, respectivamente.

A região 13 abrange Ijuí, Ajuricaba, Augusto Pestana, Bozano, Campo Novo, Catuípe, Chiapetta, Condor, Coronel Barros, Crissiumal, Humaitá, Ijuí, Inhacorá, Jóia, Nova Ramada, Panambi, Pejuçara, Santo Augusto, São Martinho, São Valério do Sul e Sede Nova. Já a região 14 engloba Santa Rosa, Santo Cristo, Alegria, Doutor Maurício Cardoso, Giruá, Independência, Horizontina, Três de Maio, Tucunduva, dentre outros municípios.

Na bandeira vermelha para a Covid-19, a mais preocupante no momento, estão as regiões 29 e 30. Trata-se das regiões lideradas pelo município de Lajeado, com total de 37 municípios. Alguns desses municípios possuem grande número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, como é o caso de Lajeado, com 181 casos confirmados e oito mortes. Já o município de Taquari, que pertence à mesma região, tem 25 casos da doença.

As regiões 17, 18 e 19, lideradas por Passo Fundo, mesmo com alta incidência de casos da Covid-19 e de óbitos, estão na bandeira laranja e não vermelha. Aliás, Passo Fundo tem 253 casos da doença e 17 óbitos, está em segundo lugar no ranking estadual e só perde para Porto Alegre. A região de Passo Fundo também engloba, por exemplo, os municípios de Marau, Saldanha Marinho e Carazinho, onde também existem muitos casos, inclusive óbitos pelo novo coronavírus.

A explicação da região de Passo Fundo estar na bandeira laranja e não vermelha no Distanciamento Controlado, se refere a mais leitos de UTIs disponíveis e menos mortes pela Covid-19 em relação aos últimos dias.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!