Busca rápidaX

MANCHETES

Moradora que ficou paraplégica em assalto precisa de ajuda em Três Passos

4 de maio de 2017
Um vereador solicitou à Prefeitura Municipal, através da Secretaria da Assistência Social, a destinação de uma cesta básica mensal para uma ex-agente de saúde, em Três Passos. Segundo Ido Rhoden (PTB), a moradora foi baleada por bandidos e ficou impossibilitada de caminhar, com sérias dificuldades financeiras.

Naira Elis Senger, na época com 32 anos, retornava do trabalho de motocicleta por uma estrada, entre o bairro Frei Olímpio e Lajeado Cascatinha, quando foi vítima de um assalto. Ela sofreu disparos de arma de fogo, além do veículo roubado. Dois projéteis atingiram-lhe a região cervical, deixando-a paraplégica. Dois dos acusados foram presos. Um menor apreendido assumiu a autoria dos disparos.

Oito anos depois, os bandidos que atacaram Naira estão soltos e livres, mas ela vive presa a uma cadeira de rodas, no bairro Weber. Separada, mora com um filho e com o auxílio do INSS paga uma ajudante, sobrando pouco mais de R$ 200,00 para comprar oito medicamentos. 

Conforme a ex-agente de saúde, por cerca de dois anos, ela chegou a receber cesta básica do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social, mas depois de um recadastramento o benefício foi suspendido. Naira precisa de fisioterapia, mas só teria conseguido duas sessões por mês com um especialista, e, devido as dificuldades para agendar consultas e se deslocar, realiza os movimentos com o auxílio de sua ajudante.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!