Busca rápidaX

Morre quinta pessoa por suposta intoxicação com cerveja em Minas Gerais

3 de fevereiro de 2020

Morreu nesta segunda-feira (3) mais uma pessoa por ingestão de dietilenoglicol –  substância tóxica encontrada em cervejas produzidas pela Backer, em Belo Horizonte. Com isso, o número de vítimas decorrentes da contaminação do produto aumentou para cinco. 

A quinta vítima é o juiz titular da 28ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Belo Horizonte, João Roberto Borges, 74 anos. Ele estava internado no hospital Madre Tereza.

Pelo menos 29 pessoas apresentaram os sintomas de intoxicação pelo produto. Tóxico, o dietilenoglicol costuma ser usado em sistemas de refrigeração, devido a suas propriedades anticongelantes. Todos os pacientes apresentaram sintomas semelhantes: insuficiência renal aguda de evolução rápida e alterações neurológicas centrais e periféricas que podem ter provocado paralisia facial, borramento visual ou perda da visão, alteração sensório ou paralisia, entre outros sintomas.

A Backer, produtora da cerveja, nega usar dietilenoglicol ou monoetilenoglicol em seus produtos. Mesmo assim, devido às suspeitas, a cervejaria foi interditada e a comercialização de seus produtos está suspensa.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!