Busca rápidaX

Mortandade de abelhas ocorre após uso de agrotóxico em lavoura de soja

3 de janeiro de 2019

Neste dia 03/01 atendendo denúncia, a guarnição do Grupo de Polícia Ambiental – Patram- deslocou até a Linha Progresso, município de São José das Missões, onde foi constatado mortandade de abelhas.

Suspeita-se que o fato tenha sido causado pelo uso de inseticida em uma lavoura de soja, com o intuito de acabar com um inseto conhecido por “raspador” (Tamanduá do soja), juntamente com um produto utilizado para secar o nabo existente em meio ao cultivo, porém o produto deveria ter sido utilizado antes da floração do nabo, mas segundo o acusado, na época não havia umidade suficiente no solo. Ainda, segundo o acusado, o ato não foi intencional, pois no momento não tinha conhecimento, tampouco foi orientado pelo técnico agrícola que tal inseticida poderia atingir outras espécies. O produto utilizado foi “MUSTANG 350CE”, do qual foi apresentado nota e receituário.

A Policia Ambiental visitou cada propriedade dos apicultores próximos, onde foi feito todo o levantamento fotográfico. Também foi visitada a propriedade do Sr. que seria responsável pela utilização do produto. pr local não foi encontrado nenhum tipo de agrotóxico ilegal.

Foram registrados 04 Boletins de ocorrência nas propriedades de 04 apicultores, num total de 82 caixas atingidas, com perda total dos animais e do produto que estava por ser colhido. Os Boletins de ocorrência são lavrados pela própria Policia Ambiental, e após será feito todo o relatório e encaminhado ao Ministério Público para as providencias cabíveis ao caso.

A Policia Ambiental alerta: É necessário ter conhecimento do produto a ser utilizado, bem como suas consequências ao meio ambiente. Procure orientação!

Compartilhar
  • 369
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    369
    Shares
Fonte: Patram.
error: Conteúdo protegido!