Busca rápidaX

MANCHETES

MP lança campanha para alertar menores sobre riscos de compartilhar imagens íntimas

27 de outubro de 2017

O crescimento de casos envolvendo crianças e adolescentes vítimas do compartilhamento de imagens íntimas foi o que levou a coordenadora do Centro de Apoio da Infância, Juventude, Educação, Família e Sucessões, Denise Villela, e o promotor de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre Júlio Almeida a pensar em desenvolver uma campanha de prevenção à postagem e compartilhamento de imagens íntimas de crianças e adolescentes.

“Decidimos apoiar institucionalmente a campanha assim que os promotores de Justiça relataram sua preocupação com relação ao aumento destes casos, revelando significativos riscos à saúde física e mental destes adolescentes que, de acordo com eles, chegam ao MP extremamente abalados depois de terem suas fotos íntimas compartilhadas na internet”, conta o procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen.
 

A campanha "Quando uma imagem visa pesadelo" foi desenvolvida pela Assessoria de Imagem do Ministério Público e ganhou importante apoio da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), através da Agência Júnior de Comunicação, contratada com recursos oriundos de um Termo de Ajustamento de Conduta da Promotoria da Infância e Juventude de Porto Alegre. “Foi fundamental a parceria da ESPM e o envolvimento dos estudantes neste projeto, que incluiu alunos das Faculdades de Publicidade e Propaganda e Design”, destacam os promotores.
 

O lançamento da campanha acontece na próxima terça-feira, dia 31 de outubro, fechando o mês da criança, a partir das 11 horas, no GNC do Shopping Praia de Belas, em Porto Alegre. No evento, que reunirá representantes dos órgãos e instituições que integram a rede de apoio à criança e ao adolescente, será exibido o vídeo institucional de 1 minuto produzido pelos alunos da ESPM para ser veiculado nos cinemas, intervalos da programação das televisões e em redes sociais. Após o lançamento, a campanha iniciará um cronograma de ações que abordarão este e outros temas relacionados à proteção da infância e juventude.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!