Busca rápidaX

Município de Augusto Pestana faz levantamento dos prejuízos causados pela estiagem

27 de janeiro de 2020

A secretaria da Agricultura de Augusto Pestana, Emater e demais entidades ligadas ao meio rural realizam, nesta semana, levantamento sobre os prejuízos causados na área agrícola em função da recente estiagem.

Na próxima semana esses diferentes segmentos devem se reunir para definir se o município vai ou não decretar situação de emergência. O prefeito, Vilmar Zimmermann, que no momento está em período de férias, disse, nesta manhã, que o prejuízo maior está no milho, severamente castigado pela falta de chuva. Porém, também há redução na produção de leite, visto problemas nas pastagens.

Aliás, Augusto Pestana é um dos municípios com maior produção leiteira do Rio Grande do Sul, por isso, grande parte da economia é impactada. Na soja, a perspectiva é que a oleaginosa precoce tenha quebra de 15 a 20%. Já a cultura plantada no período mais tardio apresenta menos impacto negativo. Com as férias do prefeito Vilmar Zimmermann, fica no comando da prefeitura pestanense, até sábado, o vice-prefeito, Valdir Callai.

Ainda sobre a estiagem, dos 11 municípios da Amuplam, Jóia e Panambi já decretaram situação de emergência em função das perdas causadas pela falta de chuva. A administração de Jóia assinou o decreto no dia 16 deste mês. O prejuízo estimado no município é de 87 milhões e 300 mil reais, somente na soja, milho e produção de leite.

Já em Panambi o decreto de emergência foi oficializado na segunda-feira passada. O laudo da Emater constatou perdas de mais de 43 milhões de reais nas culturas de milho, horticultura, laranja e na pecuária de leite em Panambi.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!