Busca rápidaX

MANCHETES

Município de Coronel Barros deverá ter construção de duas usinas hidrelétricas

13 de julho de 2020
Presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli, (esquerda) e prefeito de Coronel Barros, Édson Arnt, sobre a PCH na Linha 11 Oeste

O município de Coronel Barros começa entrar no mapa de usinas na região. Recentemente a prefeitura e Ceriluz anunciaram a construção de uma Pequena Central Hidrelétrica no rio Ijuí, localidade da Linha 11 Oeste.

O investimento vai ser de mais de 150 milhões de reais. A edificação será feita pela Ceriluz e Coprel. A cooperativa, com sede em Ijuí, vai ter participação de 70% na PCH e a Coprel, 30%. A Fundação Estadual de Proteção Ambiental já emitiu a licença prévia que autoriza a execução da obra.

Durante entrevista hoje pela manhã na RPI, o prefeito de Coronel Barros, Edson Arnt, disse que a tendência é iniciar a construção no primeiro semestre de 2021, com previsão de concluir em cerca de dois anos. A potência inicial prevista da usina é de 15,5 Megawatts, mas pode chegar a 25 Megawatts.

Edson Arnt observa que Coronel Barros vai ser bastante beneficiado com recursos financeiros oriundos do ICMS e ISS do empreendimento. Além disso, a edificação da usina vai proporcionar muitas vagas de empego para moradores do município e região.

Na mesma entrevista na Progresso, o prefeito de Coronel Barros enfatizou que a prefeitura solicitou que a Ceriluz e a Coprel repassem ao município toda a pedra que resultar na perfuração dos cerca de três quilômetros do túnel da usina. O cascalho vai ser utilizado em estradas do interior, como forma de base para futuros asfaltamentos de vias rurais. 

Edson Arnt ainda informou hoje pela manhã na RPI que a prefeitura coronelbarrense atua para conseguir licença prévia a fim de implantar uma usina no rio Conceição, comunidade de Passo da Cruz. A usina vai ter capacidade de produzir oito Megawatts de energia elétrica.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí