Busca rápidaX

MANCHETES

Municípios participam de interiorização da secretaria da Agricultura em Seberi

8 de outubro de 2021

Com mais de 13 mil propriedades leiteiras, 2,8 mil granjas de aves, 1,1 milhão de cabeças de suínos e produção expressiva de milho e feijão no Estado, a região da Zona da Produção recebeu nesta quinta-feira (7/10) uma ação de interiorização da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR). A secretária Silvana Covatti, o secretário adjunto Luiz Fernando Rodriguez Junior e diretores ouviram e compartilharam informações sobre políticas públicas do governo estadual com 43 prefeitos ligados à Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), em Seberi. 

“Consideramos muito importante esta aproximação com os gestores municipais, porque são eles que vivem o dia a dia dos municípios e que cuidam dos assuntos de interesse dos suinocultores, avicultores, dos produtores de leite e de grãos”, destacou a secretária Silvana. Ela acrescenta que, embora a região tenha sofrido e ainda sinta as consequências da estiagem do último ano, o setor agropecuário regional tem grande relevância para o fornecimento de alimentos para a sociedade e para a economia do Estado. 

Em relação à estiagem, Silvana explicou que o governo, por meio de um conjunto de secretarias, trabalha na elaboração de um novo programa estadual de fomento à irrigação, o qual deve incluir ações referentes à reservação de água, construção de cisternas e poços. Este novo mecanismo substituirá o Mais Água Mais Renda, que terá sua licença de operação expirada em novembro. Na Zona da Produção, o Mais Água Mais Renda contemplou com subvenção 36 projetos, entre 2019 e 2021, possibilitando a irrigação de mais 1.128 hectares na região.

Ainda sobre reserva de água nas localidades, a secretaria tem atuado na região com perfuração de poços, construção de açudes e cessão de uso de maquinários, beneficiando centenas de famílias. Nonoai é um dos 25 municípios da região que tem usado máquinas cedidas pela SEAPDR. Na cidade, uma draga tem auxiliado o programa de açudagem. “Até o final do ano, pretendemos fazer 100 açudes no município, fortalecendo as atividades dos nossos produtores rurais”, informou a prefeita de Nonoai, Adriane Perin de Oliveira.

Durante a reunião, anunciou-se ainda que a Secretaria da Agricultura apoiará, com recurso financeiro, a primeira feira regional das agroindústrias familiares, prevista para ocorrer em dezembro, em Frederico Westphalen. “É fundamental valorizarmos estes empreendimentos rurais que, por mais de um ano, tiveram que encontrar outras formas de vender seus produtos sem as feiras presenciais, prejudicadas pela pandemia”, salientou a secretária Silvana.

O presidente da Amzop e prefeito de São Pedro das Missões, Antônio Reginaldo Ferreira da Silva, explicou que a ideia é que a feira seja itinerante. Afirmou que mais de 40, das 174 agroindústrias instaladas na região, já se inscreveram para participar da primeira edição.

Na ocasião, os prefeitos também trocaram informações com os diretores presentes, tiraram dúvidas sobre o funcionamento e adesão às políticas públicas. O diretor do Departamento de Agricultura Familiar e Agroindústria (Dafa), Flávio Smaniotto, explicou que o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que está sendo reformulado pelo governo federal e deve passar a se chamar “Alimenta Brasil”, deve aportar novo recurso ao Rio Grande do Sul, atendendo solicitações feitas pela SEAPDR. Entre 2020 e 2021, o PAA contemplou 25 municípios da Zona da Produção com repasse de R$ 1,6 milhão. 

Sobre o PAA, o presidente da Amzop ressaltou que a inclusão no programa contempla tanto as cadeias produtivas quanto as pessoas que precisam de alimentos. “Em função da pandemia, vimos em muitos municípios famílias enfrentando situação de vulnerabilidade social e o PAA atendeu estas famílias e escolas com alimentos de qualidade produzidos pelas nossas agroindústrias”, disse Ferreira da Silva, reforçando a importância da continuidade de recursos do PAA para o Estado.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Radio Progresso de Ijuí e governo RS
error: Conteúdo protegido!