Busca rápidaX

MANCHETES

Nova Ramada já contabiliza mais de R$75 milhões em prejuízos devido a estiagem

23 de janeiro de 2022
Milho, que é uma das fontes de alimentação dos bovinos, foi bastante castigado pela falta de chuva

O Prefeito de Nova Ramada, Marcus Jair Bandeira, reuniu-se com representantes da Defesa Civil, Emater (local), Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Empresas Agrícolas do Município, juntamente com a Administração Municipal, para avaliar os danos causados pela estiagem no município. Os setores responsáveis, realizaram um levantamento de dados evidenciando a preocupante situação em que o município se encontra.

Devido aos laudos emitidos pelos setores, referentes a insuficiência da chuva nas últimas semanas, quebra na produção agrícola e a falta de água para o consumo humano, o Prefeito assinou o Decreto Executivo nº 4.221, declarando a Situação de Emergência em toda a área do município de Nova Ramada, afetada pelo evento adverso da Estiagem.

Os levantamentos apontaram que as perdas na soja estão próximas de 50%, no milho 60% e na produção leiteira, 15%. Referente à soja, a estimativa inicial era de rendimento médio de 60 sacas por hectare e agora se encontra em 30 sacas. Com isso, da projeção de 900 mil sacas, no momento o máximo pode chegar a 450 mil, o que significa redução de R$ 72 milhões.

No milho grão, da perspectiva de 150 sacas, agora é de 60. Das 60 mil sacas, a seca já levou em torno de 26 mil, prejuízo de R$ 2.880.000,00. No que concerne ao milho silagem, Nova Ramada esperava produzir 40 mil quilos de massa verde por hectare e, momento, fica em 20 toneladas. Já sobre o leite, de novembro para cá, a tendência é que juntos, os produtores novaramadenses, já perderam R$ 810.000,00.

Por outro lado, a prefeitura já investiu, pelo menos, R$ 95.000,00 para auxiliar moradores no combate à estiagem, por exemplo, com o conserto de bombas de água de poços artesianos, canos, mangueiras, além de serviços de maquinários e veículos, dentre outros gastos.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!