Busca rápidaX

MANCHETES

Nova rodada de bandeiras do Estado e reunião com Unijuí vão embasar decisões sobre comércio em Ijuí

3 de julho de 2020

A divulgação das bandeiras referente ao distanciamento controlado do governo gaúcho sobre a Covid-19, para a próxima semana, vai ser decisiva para novos encaminhamentos sobre o horário de funcionamento do comércio em Ijuí. O anúncio das novas bandeiras vai acontecer entre o final da tarde e início da noite de hoje.

O prefeito de Ijuí, Valdir Heck (foto), adiantou que se Ijuí seguir com a bandeira laranja ou evoluir para a bandeira amarela, ou seja, risco médio e baixo para o novo coronavírus, a partir de amanhã poderá ocorrer maior flexibilização para atendimento das empresas. Porém, se for determinada bandeira vermelha, o que significa risco alto para a pandemia, aí haverá mais restrição.

Desde ontem vigora em Ijuí novo decreto da prefeitura, com turno único do meio-dia às 18 horas para funcionamento do comércio varejista. No entanto, a medida causou contrariedade da Associação Comercial e Industrial e do Sindilojas, que ontem fizeram nova reunião.

Após, no final da tarde, houve encontro com o Executivo, quando ficou acertado que o turno único vigora ainda hoje e se aguarda as novas bandeiras do Estado para Ijuí e a região 13, na divisão do distanciamento controlado.

Ainda ficou acordado, que mesmo com o toque de recolher na cidade, o serviço de tele-entrega em bares, restaurantes e lancherias vai estar disponível até as 23 horas, e não até as 22, como determina o decreto atualmente.

Valdir Heck frisou que possivelmente hoje à noite a administração municipal vai divulgar novas diretrizes, a fim de orientar a área comercial. Já às 17 horas desta sexta-feira a prefeitura vai se reunir com integrantes da Unijuí para discutir dados técnicos e científicos do novo coronavírus, a fim de embasar as futuras decisões.

Os empresários alegam que a limitação do horário, ou seja, do meio dia às 18 horas, causa ainda mais aglomerações, tanto em estabelecimentos do comércio varejista quanto em locais do segmento de alimentação, como os supermercados.

Nesse âmbito, o presidente da ACI, Nilo Leal da Silva, observou que os empresários defendem a extensão dos horários de atendimento do comércio, ao invés de restrição, pois assim a população vai ter mais tempo para as compras, com possibilidade de menos aglomerações.

Nilo Leal da Silva destacou que ontem ocorreu muita aglomeração de clientes, por exemplo, em supermercados, mesmo que com o horário deste segmento das 10 às 20 horas. O presidente da ACI disse que não é no comércio que ocorre disseminação do novo coronavírus.

Para ele, o problema está nas aglomerações em espaços públicos, festas particulares, dentre outros locais. Citou junção de pessoas, por exemplo, no estacionamento do parque de exposições Wanderley Burmann, na ponte de ferro do distrito de Itaí e em canchas de bochas.

Sobre aglomeração no comércio, o prefeito Valdir Heck esclareceu que ontem circulou pelo comércio e não viu tanta junção de pessoas, mas apenas em alguns momentos o movimento foi maior. O Executivo de Ijuí ainda pretende incrementar a sanitização nos mercados.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí