Busca rápidaX

MANCHETES

Nova urna eletrônica é apresentada no TSE

5 de Maio de 2017

O novo protótipo de urna eletrônica, preparada para o voto impresso, foi apresentado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta-feira, 04. A determinação foi aprovada pelo Congresso a partir das eleições de 2018, que envolve cerca de 35 mil equipamentos.

De acordo com o presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes, a Justiça Eleitoral precisou se adequar à imposição da legislação e, por essa razão, desenvolveu um modelo mais moderno, que também atenda às necessidades do futuro, uma vez que a urna eletrônica já tem 20 anos e precisa de constantes modificações.

A troca vai gerar custos. Cada uma das urnas atuais custa 600 dólares para ser fabricada, enquanto estima-se que o novo modelo custará em torno de 800 dólares. Por fim, Mendes destacou que existe uma “mística” sobre a possibilidade de fraude da urna eletrônica, mas os fatos mostram que fraudes nas eleições têm mais a ver com abuso de poder econômico e não com questões ligadas ao processo eletrônico da urna ou da apuração de votos.

A nova urna tem seu funcionamento em módulos acoplados e bateria com duração maior. O protótipo também foi elaborado para garantir a votação em tempo razoável, considerando que a impressão do voto em experiências anteriores foi causa de grandes filas e aumento no tempo de votação do eleitor.

O fato de funcionar em módulos permite que a máquina seja desmontada e ocupe um espaço menor na caixa de armazenamento e, consequentemente, facilite o transporte, gerando economia de recursos públicos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!