Busca rápidaX

Novo homicídio faz de 2019 um dos anos mais violentos da década em Ijuí

16 de outubro de 2019
Em março, um jovem de 23 anos foi morto enquanto estava no carro com a mulher e a filha, ao lado do Parque de Exposições

O ano de 2019 já é um dos mais violentos dos últimos 10 anos em Ijuí. Na madrugada desta quarta-feira, Felipe Cordeiro, de 28 anos, foi morto a tiros no bairro Alvorada.

Foi a 11ª morte violenta registrada no município desde janeiro, número muito superior à média de assassinatos registrados nos últimos anos. Em 2018, por exemplo, foram 3 homicídios, mesmo número de 2016. Em 2015 foram apenas 2 homicídios na cidade.

O índice de mortes deste ano só foi superado em 2010 e 2011, quando em ambos os anos houve 14 homicídios em Ijuí, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Em contato recente com a reportagem da RPI, o titular da 1ª Delegacia de Polícia de Ijuí, Maurício Posselt, atribui às disputas envolvendo o tráfico de drogas a elevação dos índices de criminalidade.

No caso da morte ocorrida nesta quarta-feira, a principal linha de investigação aponta para o envolvimento da vítima com o tráfico de entorpecentes.

Cronologia dos homicídios em Ijuí

Em 13 de janeiro, Anderson Moreira Rodrigues, de 25 anos, foi morto a golpes de faca no bairro Glória.

Maicon Jardel Soares, 31 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo em frente a casa onde morava, no beco do Bairro São Paulo. O crime ocorreu no dia 20 de janeiro.

No mesmo dia 20 de janeiro, Cláudio Lourenço, 43 anos, foi morto com golpes de machado, no interior de Alto da União.

Já no dia 6 de março, Pablo Marques, de 23 anos, foi morto a tiros na Linha 4 Leste, ao lado do Parque de Exposições Wanderley Burmann.

Paloma Maiara de Souza, 28 anos, foi morta a tiros em crime ocorrido na Travessa Servidão, bairro Colonial de Ijuí, no dia 27 de março.

Lucas Albarello Machado, de 25 anos, foi assassinado em 17 de maio nas proximidades da Penitenciária Modulada, no bairro Luiz Fogliatto. Ele foi morto a pauladas.

Em 3 de setembro, Sandro José Copetti, 40 anos, foi encontrado morto sobre a cama dentro de sua casa, na localidade de Linha 6 Leste, interior de Ijuí. O crime foi classificado como latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.

No dia 7 de setembro, Glacir Terezinha Souza Tiecher, 38 anos, foi encontrada morta a facadas na Linha 7 Leste. A investigação apontou feminicídio cometido pelo marido da vítima, que em seguida se suicidou.

Tiago Silva Ribeiro, 32 anos, foi executado com três disparos de arma de fogo defronte a casa onde residia no bairro Getúlio Vargas 2. O crime ocorreu em 14 de setembro.

No dia 7 de outubro, Fidencinho Amaral, de 54 anos, foi morto a tiros também na frente da casa onde morava, no bairro Jardim.

Nesta quarta-feira, 16, Felipe Cordeiro, de 28 anos, foi assassinado a tiros no bairro Alvorada.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!