Busca rápidaX

“Nunca antes na história desse país alguém foi tão perseguido”, diz Lula

11 de maio de 2017
Em um discurso emocionado após cinco horas de depoimento ao juiz Sergio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse às 7 mil pessoas que lotavam a praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, que está preparado para voltar à Presidência da República.

Ora em tom de desabafo, ora em tom de comício, Lula reafirmou sua inocência no processo do triplex no Guarujá, e disse que é vítima de um massacre da Lava-Jato e da imprensa.

 
— Hoje eu pensei que os meus acusadores iam mostrar uma escritura, um pagamento, alguma prova. Mas não tinham nada. Eu esperava que depois de dois anos de massacre, eu chegasse aqui e eles tivessem um documento que dissesse: "Lula comprou o apartamento".

Eles me perguntaram se eu conhecia o Vaccari, o Okamotto, o Leo Pinheiro. É obvio que eu conheço – disse Lula, em referência respectivamente ao ex-tesoureiro do PT, ao presidente do Instituto Lula e ao ex-presidente da OAS, réus junto com ele no mesmo processo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!