Busca rápidaX

MANCHETES

Observatório do Leite é lançado na Famurs

O primeiro Big Data do setor leiteiro do país foi lançado na manhã de sexta-feira (19/7) na sede da Famurs. Elaborado pelo Instituto Gaúcho do Leite (IGL) e Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), o portal do Observatório do Leite já está disponível.

De acordo com o IGL, o Observatório do Leite tem como objetivo disponibilizar informações de forma transparente, padronizada, abrangente e atualizada com intuito de facilitar o acesso às informações para a tomada de decisões de negócios e políticas públicas setoriais. As informações contidas na plataforma são oriundas de bases de dados de entidades estaduais, nacionais e organizações do setor público e privado. Para ser concretizado, o projeto contou com um investimento de R$ 299,9 mil liberados pelo Fundo de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Lei (Fundoleite/RS).

Representando o presidente da Famurs, Dudu Freire, o superintendente administrativo e financeiro da entidade, Verno Muller, participou da solenidade. Em sua fala, Muller destacou a importância social do projeto desenvolvido, tento em vista os pequenos produtores leiteiros. “Temos aqui uma bela ferramenta, mas como gestores a nossa preocupação aqui na Famurs reside de que não tenhamos apenas um observatório, mas que os governos tenham as efetivas políticas públicas e se preocupem com o setor; porque enquanto estamos aqui, tem muita gente lá no meio rural trabalhando para que o produto chegue até nós”, declarou.

Para o presidente do IGL, Carlos Joel Silva, esta é uma ferramenta importante, principalmente porque o setor do leite precisa de uma dedicação e um olhar especial. “O setor não é importante só para agricultores e indústria, ele é importante para a sociedade gaúcha, é geração de renda, emprego e impostos”, justificou.

Durante o lançamento, a diretora da Avelã Public Affairs, Andreia Verrissimo, apresentou a plataforma de inteligência setorial, explicando sua funcionalidade; como ocorreu a construção do Observatório; e quais os dados que estão disponíveis para consulta. A ideia é que as informações continuem sendo atualizadas à medida que os dados e estatísticas sejam disponibilizados e publicados pelos órgãos que atuam no setor.

Participaram da solenidade o superintendente administrativo e financeiro da Famurs, Verno Muller; o presidente do Instituto Gaúcho do Leite, Carlos Joel da Silva; o secretário adjunto estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Luis Fernando Rodrigues; o presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, deputado estadual Adolfo Brito; e o superintendente federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Sul (SFA/RS), Bernardo Todeschini.

São parceiros de dados do Observatório do Leite: AGL, ASBIA, CEPEA / ESALQ / USP, CNA, Comex Stat, Comtrade, Conab, Conseleite, Emater-RS, Embrapa, Famurs, Farsul, Fundesa, Gadolando, Gado Jersey, IBGE, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Sul, Ministério da Economia, OCDE-FAO, SEAPDR-RS. O projeto também recebe apoio da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínio do RS (Apil).

::.::.::

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!